Quinze dias para colocar sete jogadores

Vitória de Guimarães 16-09-2020 09:33
Por Pedro Barros

O Vitória de Guimarães está a revelar um apreciável fulgor a contratar jogadores - Ricardo Quaresma é a principal figura deste defeso -, mas está a sentir dificuldades para colocar sete futebolistas afastados das contas do treinador, Tiago Mendes, e que não se encontram integrados no grupo que se estreia esta sexta-feira na Liga.

 

O defesa-central brasileiro Pedro Henrique está à cabeça deste lote de futebolistas cujo futuro não passa pelo D. Afonso Henriques e é de estranhar que a sua saída não esteja já definida, por até há bem pouco tempo ser um dos atletas mais cobiçados, após quatro campanhas com média superior a 30 jogos por época.

 

O lateral-direito Victor Garcia também se encontra na porta de saída, já tendo sido oferecidos os serviços do internacional venezuelano ao River Plate (Argentina). Cumpriu 17 partidas na Liga pelo Vitória.

 

Vinte e seis jogos pelos conquistadores na última época também não foram suficientes para o central português Frederico Venâncio suscitar a confiança dos responsáveis do clube, tal como o extremo holandês Ola John, que foi chamado por 17 ocasiões à equipa.

 

Depois surgem o avançado brasileiro Welthon - esteve emprestado ao Paços de Ferreira - e o médio português Francisco Ramos - viveu uma cedência ao Santa Clara. Por último, surge o guarda-redes brasileiro Jonathan, que nunca vestiu a camisola do conquistador, devido a lesão prolongada. O Vitória tem 15 dias para encontrar uma solução para estes profissionais.

Ler Mais
Comentários (17)

Últimas Notícias