Quarteto da formação arranca a titular

Feirense 14:15
Por Miguel Mendes

Não é todos os dias que uma equipa entra em campo com quatro atletas da sua formação no onze inicial. Mas o Feirense 2021/22 pode ser um dos grandes exemplos de que a prata da casa pode ser importante no decorrer de uma temporada. Diga e João Tavares transitaram da época passada com a responsabilidade de transportar o ADN Feirense para os reforços e a eles juntaram-se mais dois jovens com mística: João Pinto e Manu. O primeiro, defesa central, chegou ao clube em 2004, enquanto Manu, médio defensivo, foi descoberto em 2011. De lá para cá, ambos cresceram a alimentar o sonho de chegar à equipa principal. Após uma pré-época onde aliaram a qualidade à responsabilidade, o treinador Rui Ferreira lançou-os no futebol profissional. Um dia que jamais esquecerão...

 

A estes quatro ainda podemos juntar Vargas, de apenas 19 anos. O colombiano, que na última temporada chegou para os juniores, também mereceu uma chamada ao onze inicial. Extremo desequilibrador, Vargas foi outro dos jovens que convenceu nas cinco semanas de treino e que garantiu um lugar no plantel principal.

 

Vargas (19 anos), Manu (20), Pinto (21), Tavares (22), Diga (23) têm mais aspetos em comum: juventude e ambição. Mas nas escolhas de Rui Ferreira para o jogo com o Famalicão houve outros jovens que serão apostas (e quem sabe revelação...) na nova época. Zé Ricardo (22 anos), Sidney (23), João Paulo (23), André Rodrigues (23), Tiago Dias (23) e Teles (24) são outros dos trunfos do Feirense. Apostas diante do Famalicão, lutaram até ao último segundo pelo empate. Às oportunidades criadas faltou maior acerto na hora de acertar na baliza. O próximo teste é dentro de 15 dias diante do Covilhã, já a contar para o campeonato.

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

Mundos