Primeira-ministra foi informada da morte da Rainha duas horas antes do anúncio oficial

Reino Unido 09.09.2022 08:04
Por Redação

A morte de Isabel II foi anunciada ao mundo às 18.30 horas através de comunicado oficial do Palácio de Buckingham, mas horas antes as movimentações da família e em altos cargos já faziam adivinhar este desfecho.


A primeira-ministra Liz Truss foi avisada duas horas antes, pelas 16.30 horas, mas os primeiros sinais, ainda antes do palácio dizer que Isabel II estava sob supervisão médica e estes estavam preocupados com a sua saúde, apareceram ao início da tarde, no parlamento.


Nadhim Zahawi, o chanceler do Ducado de Lancaster, entrou na Câmara dos Representantes para entregar uma nota a Liz Truss, enquanto falava o líder dos Trabalhistas, Keir Starmer. Momentos depois, a líder-adjunta dos Trabalhistas, Angela Rayner, recebeu uma nota, saiu da sala, voltou, e foi passando uma informação que parecia importante ou grave.


Pouco depois, quando o palácio emitiu a nota, pouco depois do meio-dia, o speaker Lindsay Hoyle interrompeu o debate para o ler.


Toda a ação pode ser vista neste vídeo do jornal The Guardian:


Ler Mais

Últimas Notícias

Brasil