Imagens do desporto (artigo de Armando Neves dos Inocentes, 65)

Espaço Universidade 04.07.2022 16:54
Por Armando Neves dos Inocentes

1

No final dos anos 90, quando o FC do Porto foi a San Ciro defrontar o AC  Milan para a Liga dos Campeões, Jorge Costa pisou a mão de George Weah quando este se encontrava no chão, num lance dividido entre ambos. No jogo da segunda volta, o AC Milan foi às Antas empatar por uma bola. No final do encontro, já nos balneários, Weah, que ainda tinha a mão engessada, deu uma forte cabeçada a Jorge Costa deixando-o coberto de sangue. Curioso, ou talvez não, o facto de na época anterior, em 1996, ter sido Weah o jogador a receber o prémio FIFA ‘fair-play’... George Weah, eleito em 2017, é actualmente o Presidente da República da Libéria…


2

José Luis Chilavert guarda-redes da selecção de futebol do Paraguai desde 1989 até 2003, em tempos disse: “O que opinem sobre mim pouco me importa. No papel de ‘mau da fita’, ganhei tudo. Dizem que não respeito os códigos do futebol?! Para mim não existem! O que existe são as leis da vida. Sendo como sou, cheguei onde cheguei.” Condenado num processo movido pelo presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, por calúnia e difamação, cumpre pena de um ano revertida em medidas alternativas. Neste momento anuncia que será candidato à Presidência da República do seu país em 2023…


3

Natela Dzalamidze, tenista, é a atual 44.ª classificada no ‘ranking’ mundial de pares. Sendo de nacionalidade russa, e de acordo com as sanções impostas, não se poderia apresentar no torneio de Wimbledon. No entanto, a moscovita contornou a situação naturalizando-se pela Geórgia. Para além de Natela Dzalamidze, vários desportistas russos optaram por outras nacionalidades nos últimos meses. Foram os casos do ciclista Pavel Sivakov (França), assim como dos xadrezistas Evgeny Romanov  (Noruega) e Alina Kashlinskaya (Polónia) entre outros…


Entretanto o defesa Maciej Rybus foi excluído da selecção nacional de futebol da Polónia e vai falhar o Mundial por continuar a competir no campeonato russo: foi anunciado na semana passada que, após cinco temporadas ao serviço do Lokomotiv de Moscovo, seria reforço do Spartak de Moscovo para a próxima época desportiva.


Já em Fevereiro o presidente da federação sueca de basquetebol tinha anunciado o afastamento do jogador Jonas Jerebko da selecção nacional do seu país por este ter assinado contrato com o clube russo CSKA Moscovo…


4

Notícias que nos chegam do Japão dizem-nos que a All Japan Judo Federation decidiu cancelar um seu prestigiado torneio nacional para crianças com idades entre os 10 e os 12 anos. Yasuhiro Yamashita, presidente desta associação e também presidente do Comité Olímpico Japonês diz que a eliminação desta competição colocou em evidência "um problema que envolve a sociedade japonesa". E realça que "o judo é um desporto que enfatiza o sentimento de humanidade. Se só a vitória tem valor, se só o resultado conta, então a filosofia do judo está deformada". Casos de crianças forçadas a perder peso, levadas até ao limite nos treinos ou sujeitas a castigos corporais têm sido revelados. A existência de uma associação japonesa de vítimas do judo revela a contabilização de 121 mortes atribuídas à prática do desporto nas escolas entre 1983 e 2016…


5

A nadadora artística norte-americana Anita Álvarez foi resgatada do fundo da piscina pela treinadora, Andrea Fuentes, depois de desmaiar no final da sua prova a solo no Campeonato Mundial de Natação, em Budapeste, na Hungria. Ao ver que a jovem não vinha à tona, a treinadora espanhola saltou para a piscina. Só quando já estava a trazer a jovem para fora um nadador-salvador da organização foi ajudar a treinadora a tirar Álvarez da água. Andrea Fuentes, quatro vezes medalhada olímpica, declarou ter saltado para a piscina "porque os nadadores-salvadores não o faziam". Em comunicado, a FINA revelou que os salva-vidas contratados para trabalhar em campeonatos mundiais de natação só podem entrar em acção após autorização dos árbitros… e admite rever os regulamentos…



Armando Neves dos Inocentes é Mestre em Gestão da Formação Desportiva, licenciado em Ensino de Educação Física, cinto negro 6º dan de Karate-do e treinador de Grau IV.

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias