Vem aí uma época de alargamentos? (artigo de José Manuel Delgado)

CRÓNICAS DE UM MUNDO NOVO 31-07-2020 15:01
Por José Manuel Delgado

Amanhã, com a Festa da Taça, encerra-se a época do futebol português que se joga dentro das quatro linhas. Fora delas, porém, sopram ventos fortes, que empurram nuvens negras, com aspeto de estar a formar-se uma tempestade perfeita.

 

Alexandre Mestre, um dos mais brilhantes juristas do desporto, em entrevista a A Bola afirmou que talvez ainda seja possível garantir que a próxima temporada não conheça solavancos e possa arrancar dentro da normalidade destes tempos ainda anormais. 

 

Porém, conhecendo a complexidade dos processos, os múltiplos tribunais envolvidos, a tendência para ligar o complicómetro do juridiquês e também, porque não dizê-lo, uma dose generosa de nacional-porreirismo, temos que possa estar a caminho mais um «inevitável» processo de alargamento dos quadros competitivos.

 

Não me atreveria, sequer, a aventar esta hipótese, se não fosse o caso de já andar neste meio, em múltiplas funções, há quase meio século. Já vi disto e até pior e sei que, a páginas tantas, é difícil travar um processo em que, aparentemente, só há um derrotado: o futebol português.

 

Para já, limito-me a deixar aqui este alerta, sem querer interferir nos caminhos da justiça nem no legítimo direito ao recurso de V. Setúbal e D. Aves, nem nas expetativas criadas a Portimonense, Cova da Piedade e Casa Pia.

 

Mas, francamente, estou mesmo a ver onde este rio vai desaguar...

Ler Mais
Comentários (11)

Últimas Notícias

Mundos