Governo do Catar confrontou embaixador português após palavras de Marcelo e Costa

Portugal 24.11.2022 08:48
Por Redação

Segundo notícia da CNN Portugal, o embaixador de Portugal no Catar, Paulo Pocinho, foi chamado pelas autoridades daquele país, mais precisamente pelo vice primeiro-ministro, para ser confrontado com as recentes declarações do presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e do primeiro-ministro, António Costa, que consideraram «hostis».


Recorde-se que tanto Marcelo Rebelo de Sousa como António Costa vincaram que o Catar é um país que não respeita os direitos humanos, isto a propósito das deslocações de ambos para apoiar a Seleção Nacional, em jogos diferentes -  Marcelo Rebelo de Sousa assiste esta quinta-feira à estreia diante do Gana, Augusto Santos Silva (presidente da Assembleia da República) estará no Portugal-Uruguai, dia 28, e António Costa no Coreia do Sul-Portugal, a 2 de dezembro.
 

A mesma notícia refere que o Catar só não tomará «medidas mais drásticas» devido à «histórica amizade entre os dois países».


O Ministério dos Negócios Estrangeiros confirmou à SIC que o embaixador de Portugal em Doha esteve efetivamente no Ministério dos Negócios Estrangeiros do Catar, mas afirmando tratar-se de uma «prática habitual» para preparar a viagem do Presidente da República.

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias