Os melhores jogos para apostar esta semana na Betclic

Notícia Patrocinada 21.11.2022 15:55
Por Redação

Inglaterra – Irão (segunda-feira, 21 de novembro, 13 horas)

Para a primeira jornada do Grupo B do Campeonato do Mundo, a Inglaterra parte com natural favoritismo diante do Irão, que tem como selecionador Carlos Queiroz. Os ingleses, campeões mundiais em 1966, integram uma segunda linha de candidatos à conquista do título. Harry Kane (Tottenham), Jude Bellingham (Borussia Dortmund) e Phil Foden (Manchester City) são, à partida, as grandes estrelas da Inglaterra. No último Mundial, Rússia 2018, os ingleses foram quartos classificados. O Irão, que tem no portista Taremi a grande estrela, vai apenas para a sexta participação num Campeonato do Mundo – somam apenas duas vitórias - sendo que a ambição dos iranianos é ultrapassar pela primeira vez a fase de grupos. Esta é a primeira vez que ambas as seleções se defrontam.


https://mpc.nicequest.com/mpc/ConsumerServlet?p=FLUZPT_246696


Argentina – Arábia Saudita (terça-feira, 22 de novembro, 10 horas)

Grande expetativa para a estreia da Argentina, vai numa longa sequência de 36 jogos sem perder, no Grupo C do Campeonato do Mundo do Catar. Os argentinos defrontam a Arábia Saudita e partem com grande dose de favoritismo num Mundial que será o último para a sua grande estrela Lionel Messi. Perante o grande momento que atravessa, a Argentina, que já venceu por duas vezes o Mundial, é tida como um dos candidatos mais fortes à vitória no torneio. À partida não terá grandes dificuldades para vencer uma Arábia Saudita que tem apenas três vitórias nas cinco participações num Campeonato do Mundo. Contudo, em 1994 chegou aos quartos de final. No Mundial da Rússia, em 2018, a Arábia Saudita ficou-se pela fase de grupos enquanto a Argentina foi eliminada nos oitavos de final. Esta é a primeira vez que ambas as seleções se defrontam num Mundial.


https://mpc.nicequest.com/mpc/ConsumerServlet?p=FLUZPT_246696


França – Austrália (terça-feira, 22 de novembro, 19 horas)

Na jornada inaugural do Grupo D, França, para muitos o grande favorito entre os candidatos ao título mesmo perante a baixa de última hora- o avançado do Real Madrid, Karim Benzema, lesionou-se num treino e fica de fora da competição- defronta a Austrália. Favoritismo claro e evidente para a seleção gaulesa que chega ao Catar como detentora do título. Mbappé é a grande estrela da seleção. A Austrália vai apenas para sexta presença no torneio, soma apenas dois triunfos. Contudo, em 2006, cometeu o feito de chegar aos oitavos de final. No Mundial da Rússia, em 2018, não passou a fase de grupos. Foi nesse mesmo Campeonato do Mundo que as duas seleções se defrontaram pela primeira vez num Mundial. Venceu a França por 2-1.


https://mpc.nicequest.com/mpc/ConsumerServlet?p=FLUZPT_246696


Alemanha – Japão (quarta-feira, 23 de novembro, 13 horas)

Para o Grupo E do Campeonato do Mundo do Catar, a Alemanha, com 19 presenças, faz parte do leque de candidatos ao título e tem pela frente na jornada inaugural o Japão. Germânicos que foram campeões pela última vez em 2014 – no total somam somam quatro títulos - desiludiram no último Mundial, Rússia 2018, pois ficaram pela fase de grupos. Sem nomes sonantes na seleção, conta, contudo, com alguns jogadores experientes, Manuel Neuer, Thomas Muller e Gundogan, e outros mais jovens mas em grande forma, nomeadamente Serge Gnabry, Leroy Sané e Kai Havertz. A seleção nipónica tem apenas seis participações num Mundial. Por duas vezes chegaram aos oitavos de final, a melhor classificação alcançada. Esta é a primeira vez que as duas seleções se defrontam em jogos oficiais e neste caso num Mundial.


https://mpc.nicequest.com/mpc/ConsumerServlet?p=FLUZPT_246696


Espanha – Costa Rica (quarta-feira, 23 de novembro, 16 horas)

Na jornada inaugural do Grupo do E do Campeonato do Mundo, a Espanha, uma vez campeã mundial, em 2010, e três vezes campeã europeia, é amplamente favorita na jornada inaugural diante da Costa Rica. Embora não estando no pelotão da frente na corrida o título no Catar, Espanha é sempre uma seleção a ter em conta quando se fala em candidatos. Neste Mundial apresenta uma mescla de jogadores experientes, como Busquets, Jordi Alba, Carvajal, Morata, Sarabia, com alguns jovens de grande valor, casos de Gavi, Pedri ou Ferran Torres. No Mundial da Rússia a Espanha ficou-se pelos oitavos de final. A Costa Rica, com cinco participações em mundiais, o melhor que conseguiu foi chegar aos quartos de final, em 2014. Esta é a primeira vez que as duas seleções se defrontam num Campeonato do Mundo.


https://mpc.nicequest.com/mpc/ConsumerServlet?p=FLUZPT_246696


Portugal – Gana (quinta-feira, 24 de novembro, 16 horas)

Na oitava participação num Campeonato do Mundo, Portugal estreia-se no Catar diante do Gana. Favoritismo por inteiro para Portugal que conseguiu terminar por duas vezes um Mundial entre os quatro primeiros: 3.º em 1966 (Inglaterra) e 4.º em 2006 (Alemanha). No Catar, Portugal assume-se como candidato à vitória. Cristiano Ronaldo é estrela maior de uma constelação onde estão jogadores que atuam nos grandes clubes europeus, por isso, natural legitimidade para que Portugal sonhe com o título. O Gana é o primeiro adversário da caminhada que todos anseiam que seja triunfal. Ganeses que têm apenas três presenças num Campeonato do Mundo e o melhor que conseguiram foi os quartos de final em 2010. Apenas uma vez Portugal defrontou o Gana. Foi no Mundial do Brasil em 2014. Triunfo português por 2-1.


https://mpc.nicequest.com/mpc/ConsumerServlet?p=FLUZPT_246696


Brasil – Sérvia (quinta-feira, 24 de novembro, 19 horas)

Cinco vezes campeão do mundo – o último foi, contudo, em 2002- recordista, o Brasil é um dos mais fortes candidatos ao título. Liderado por Neymar (PSG), o escrete não deverá ter dificuldade em levar de vencida, jogo inaugural do Grupo G uma Sérvia, que é apenas candidata a chegar aos oitavos de final. Apesar de individualmente ter grandes jogadores, Dusan Vlahovic, Luka Jovic, Milinkovic-Savic, Dusan Tadic e Aleksandar Mitrovic, a verdade é que a Sérvia tem, por regra, enormes dificuldades em funcionar como coletivo, motivo pelo qual raramente consegue grandes resultados nas grandes competições internacionais. Fruto da qualidade dos seus jogadores e por ter um selecionador, Tite, muito experiente, o Brasil apresenta fortes credenciais para conseguir o hexa.


https://mpc.nicequest.com/mpc/ConsumerServlet?p=FLUZPT_246696


Inglaterra – EUA, (sexta-feira, 25 de novembro, às 19 horas)

Para a segunda jornada do Grupo do Campeonato do Mundo, jogo entre uma Inglaterra que entrou em grande no Mundial, goleada ao Irão por 6-2, e os Estados Unidos que empataram, 1-1, frente ao País de Gales.


Favoritismo para os ingleses - se vencerem garantem desde já o apuramento para os oitavos de final - que confirmaram na ronda inaugural os seus créditos de candidato ao título isto depois do quarto lugar no Mundial da Rússia de 2018. Pela frente terão, contudo, uma seleção norte-americana que esteve perto de vencer a seleção galesa.


Esta é a terceira vez que as duas seleções se defrontam num Campeonato do Mundo. Uma vitória para os Estados Unidos, em 1950 (Brasil) e um empate, em 2010 (África do Sul). A última vez que se encontraram foi em 2018 num jogo amigável disputado em Londres. Vitória dos ingleses por 3-0.
 

https://mpc.nicequest.com/mpc/ConsumerServlet?p=FLUZPT_246696


Argentina - México (sábado, 26 de novembro, 19 horas)

Perante o que aconteceu na jornada inaugural do Grupo C (a Argentina perdeu surpreendentemente diante da Arábia Saudita e o México empatou diante da Polónia), o jogo da segunda ronda do grupo entre argentinos e mexicanos é quase decisivo para qualquer uma das seleções. Para a Argentina, então, uma eventual derrota é o adeus desde já ao Mundial.
 

No Mundial de 2018, na Rússia, a Argentina conseguiu o apuramento para os oitavos de final com quatro pontos. Venceu apenas um jogo, por sinal o último da fase de grupos. Em 1990, em Itália, também começou com uma derrota e depois chegou até à final com a Alemanha.

O México tem a seu favor o facto de nos últimos sete mundiais em que participou ter passado sempre a fase de grupos. Um sério aviso, desde, já para os argentinos.
 

No histórico entre as duas seleções, a Argentina leva clara vantagem tendo ganho 15 dos 31 jogos com os mexicanos. O México venceu quatro e registaram-se ainda 12 empates. Para o Campeonato do Mundo, por três vezes enfrentaram-se as duas seleções. Venceu sempre a Argentina: 3-1 em 2010 na África do Sul, 2-1 em 2006 na Alemanha e 6-3 em 1930 no Uruguai. Pelo histórico o favoritismo pende para a Argentina. Contudo, esse favoritismo já existia com a Arábia Saudita e foi que se viu.
 

https://mpc.nicequest.com/mpc/ConsumerServlet?p=FLUZPT_246696


Espanha - Alemanha (domingo, 27 de novembro, 19 horas)

Na segunda jornada do Grupo E do Campeonato do Mundo, confronto entre dois dos principais candidatos ao título mas que tiveram estreias completamente distintas no Catar. Espanhóis golearam, 7-0, sem apelo nem agravo a Costa Rica, enquanto a Alemanha perdeu surpreendentemente, 1-2, diante do Japão.


Neste confronto de titãs, a pressão está toda do lado da seleção germânica. Uma eventual derrota e caso o Japão pontue diante da Costa Rica será o adeus prematuro da Alemanha ao Mundial. As duas seleções já se defrontaram em quatro ocasiões num Campeonato Mundo. A Alemanha venceu por duas vezes (em 1966, em Inglaterra, e em 1982, Espanha). Espanha ganhou uma vez (em 2010, na África do Sul) e registou-se um empate (em 1994, nos Estados Unidos).


O último confronto entre espanhóis e alemães foi em 2020/2021 para a Liga das Nações. Goleou a Espanha por… 6-0, jogo disputado em Sevilha.


https://mpc.nicequest.com/mpc/ConsumerServlet?p=FLUZPT_246696


Brasil – Suíça (segunda-feira, 28 de novembro, às 16 horas)


Na segunda jornada do Grupo G do Campeonato do Mundo, jogo entre seleções que venceram na primeira jornada, Brasil ganhou, 2-0, à Sérvia, e Suíça triunfou, 1-0, frente aos Camarões. Apesar de não contar com Neymar – lesionou-se com a Sérvia e falha o que resta da fase de grupos e está em dúvida para os oitavos de final caso o Brasil seja apurado -  a sua grande estrela, o Brasil parte como grande favorito até pela grande exibição que fez diante dos sérvios.


Aliás, o escrete chegou ao Mundial como o mais forte candidato ao título, neste caso na conquista do hexa. No entanto, a Suíça, não sendo uma grande potência do futebol internacional e não estando no grupo restrito dos candidatos, é uma seleção muito competitiva e que num dia sim é muito difícil de ser batida.


No que se refere ao histórico entre as duas seleções, por duas vezes Brasil e Suíça defrontaram-se num Campeonato do Mundo, em 1958 e 2018. Em ambos os jogos o resultado foi um empate.

https://mpc.nicequest.com/mpc/ConsumerServlet?p=FLUZPT_246696


Portugal – Uruguai (segunda-feira, 28 de novembro,19 horas)


Jogo que pode ser decisivo para Portugal em relação à qualificação para a fase seguinte. Depois da vitória algo sofrida diante do Gana, na primeira jornada, a equipa portuguesa pode desde já carimbar a passagem aos oitavos de final do Campeonato do Mundo. Para tal, precisa de vencer o Uruguai, encontro referente à segunda jornada do Grupo H.


Portugal é favorito para o jogo com os sul-americanos ou não fosse a seleção portuguesa uma das grandes candidatas à conquista do Mundial. Contudo, Portugal tem pela frente uma seleção que não trás boas memórias.


Ainda no último Mundial da Rússia, o Uruguai eliminou Portugal nos oitavos de final com vitória por 2-1. Aliás, esse foi até agora o único confronto entre as duas seleções. Mesmo, perante este desfecho amargo no único confronto entre Portugal e Uruguai, a verdade é que Cristiano Ronaldo e companhia partem como favoritos.


https://mpc.nicequest.com/mpc/ConsumerServlet?p=FLUZPT_246696


País de Gales – Inglaterra (terça-feira, 29 de novembro, 19 horas)


Confronto britânico na terceira e última jornada do Grupo B do Campeonato do Mundo. Para que conseguir o apuramento, o País de Gales, último do grupo com apenas um ponto, precisa de vencer por mais de dois golos de diferença e esperar que no outro jogo do grupo, Irão- Estados Unidos, termine empatado. Só esta conjugação de resultados dá a passagem dos galeses aos oitavos de final.


A Inglaterra, líder do grupo com 4 pontos, precisa apenas do empate para concretizar o apuramento. Esta é a primeira vez que ambas as seleções se defrontam num Campeonato do Mundo. Favoritismo claro para Inglaterra. A última vez que estiveram frente a frente foi num jogo amigável em 2020. Venceu a Inglaterra por 3-0.


Em jogos oficiais o último confronto entre as duas seleções foi na fase de grupos do Europeu de 2016. Triunfo da Inglaterra por 2-1. Aliás, o País Gales nunca venceu a Inglaterra em qualquer grande competição internacional.


https://mpc.nicequest.com/mpc/ConsumerServlet?p=FLUZPT_246696


Tunísia- França (quarta-feira, 30 de novembro, às 15 horas)


Já com o apuramento garantido para os oitavos de final do Campeonato do Mundo do Catar, a França atual detentora do título e líder destacada do Grupo D com seis pontos, cumpre calendário com a Tunísia que ainda tem possibilidades, poucas, para seguir em frente na competição. Para tal, precisa de vencer a França e esperar que o outro jogo, Austrália- Dinamarca, termine empatado.



Apesar de ter o apuramento assegurado a seleção gaulesa, um dos principais candidatos ao título, parte com grande dose de favoritismo. Matematicamente o primeiro lugar não está assegurado. Contudo, só uma grande conjugação de maus resultados é que pode impedir que a França não termine em primeiro no grupo.


As duas seleções nunca se defrontaram em jogos oficiais. Apenas em encontros amigáveis. Foram quatro as vezes com duas vitórias para a França e dois empates.


https://mpc.nicequest.com/mpc/ConsumerServlet?p=FLUZPT_246696


Polónia- Argentina (quarta-feira, 30 de novembro, às 19 horas)



Um jogo decisivo para Polónia e Argentina na última jornada do Grupo C do Mundial do Catar.  A Polónia, líder com quatro pontos, precisa apenas de um empate para seguir para os oitavos de final.


Para a Argentina, no segundo lugar com três pontos, só a vitória garante logo o apuramento, e consequentemente o primeiro lugar no grupo, sem a necessidade de fazer contas. O empate até poderá ser suficiente para os argentinos desde que termine empatado o outro jogo do grupo entre Arábia Saudita e México. Apesar da entrada em falso no Mundial, derrota surpreendente diante da Arábia Saudita, e da exibição descolorida diante do México, apesar da vitória, o favoritismo pende para a Argentina.


Argentina e Polónia já se defrontaram por duas vezes num Campeonato do Mundo. Uma vitória para cada lado. Os polacos venceram, 3-2, no Mundial de 1974 (Alemanha) enquanto o triunfo, 2-1, dos argentinos foi no Mundial de 1978 (Argentina)

https://mpc.nicequest.com/mpc/ConsumerServlet?p=FLUZPT_246696







Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias