A frase que mudou o destino de Beto: «Fizeste mal em ir para o Benfica»

Udinese 16.11.2022 15:54
Por Redação

Uma história contada na primeira pessoa para revelar um plano, «o plano de Beto: ser futebolista profissional». O avançado português recorda a infância, a condição imposta pela mãe para continuar a treinar-se no Tires e a passagem, sem sucesso, pelas camadas jovens do Benfica, quando tinha apenas 12 anos.


«Alguns anos antes de me rejeitarem no Benfica tudo mudou. A escola não estava a correr bem e a minha mãe estava muito zangada. Tirou-me do futebol, impediu-me de continuar. Eu era exuberante e fazia asneira atrás de asneira. Nesse verão, na minha cabeça, estava acabado para o futebol», refere o agora jogador da Udinese no site italiano Cronache di Spogliatoio [n.d.r. Crónicas do Balneário].


Nesse mesmo verão, porém, um encontro fortuito com o presidente do Tires, Fernando Lopes, mudou tudo: «Encontrei-o na praia, chamou-me e começou a aula de catequese: ‘Mas que raio andas tu a fazer? Que comportamento é esse? És forte, tens de ser um homem.’ Passou talvez hora e meia a dizer tudo o que eu estava a fazer de errado e concluiu: ‘Fizeste mal em ir para o Benfica. Faz uma coisa: volta para o Tires. Mas tens de te comportar bem. Lá queremos que joguem bom futebol, mas mais que isso queremos que os jogadores se tornem homens de verdade’.»


«Agora sou um tipo calmo, mas naquela altura, quando as coisas corriam mal, desistia. Tinha de começar a partir daí», recorda.


Mais à frente, entra no balneário e diz: «'Pessoal, daqui por cinco anos serei futebolista profissional’. Todos se riram na minha cara. Todos exceto dois: o Basílio e o Nino.»


Seguiu-se uma passagem pelo Olímpico do Montijo até «ao dia da vingança». «Apenas um ano e meio depois dessa aposta, estava entre os profissionais. Destino: Portimonense.»


«O quanto mudou a minha vida em tão pouco tempo. Sem aviso prévio. Afinal era isso que queria, nunca tive um plano B, apenas o plano de Beto», prossegue, numa história que culmina com a transferência para a Udinese, onde está a dar nas vistas, e com o realizar de um outro sonho de criança: conhecer o ídolo Eto’o: «Todos os meus amigos sabiam que gostava dele, nessa altura tornei-me o Beto’o.»

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

Serviço de apoio ao cliente
Dias úteis das 9.30h às 13h e 14.30h às 18h
E-mail: clientes@abola.pt
Telefone: 213232133 (Chamada para a rede fixa nacional)
Morada: Tv. da Queimada, 23 1249-113, Lisboa Portugal