Operação Lex: Ministério Público pede julgamento para Vieira

País 03.11.2022 15:37
Por Redação

O debate instrutório do processo Operação Lex, que tem 17 arguidos, incluindo o ex-juiz Rui Rangel e Luís Filipe Vieira, começou esta quarta-feira em Lisboa, no Supremo Tribunal de Justiça, presidido pelo juiz conselheiro Sénio Alves.


O Ministério Público (MP) defendeu que o antigo presidente do Benfica deve ser julgado no processo, estando acusado de um crime de recebimento indevido de vantagem.


Na sua apresentação, o procurador Vítor Pinto referiu que Vieira «deve ser pronunciado nos exatos termos por que se encontra acusado», uma vez que os factos «são inquestionáveis» relativamente a um alegado acordo com o então juiz desembargador Rui Rangel.


Defende-se que o antigo juiz recebeu bilhetes para a tribuna presidencial do Estádio da Luz e viagens para assistir a jogos do Benfica no estrangeiro a troco de informações sobre um processo relativo a Vieira que decorria num tribunal de Sintra.

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

Serviço de apoio ao cliente
Dias úteis das 9.30h às 13h e 14.30h às 18h
E-mail: clientes@abola.pt
Telefone: 213232133 (Chamada para a rede fixa nacional)
Morada: Tv. da Queimada, 23 1249-113, Lisboa Portugal