«Vizela tem muita margem de crescimento»

Vizela 29.09.2022 13:49
Por Pedro Barros

Valter Vieira é o novo diretor-desportivo do Vizela, entrando em funções a substituir Pedro Albergaria, que, entretanto, se mudou para o Gil Vicente. Após ter estado ligado durante 14 anos ao Vitória de Setúbal, entre outras funções, tais como team manager, este dirigente abraça um desafio profissional diferente.


«Foi-me pedido que desse continuidade ao projeto e que o ajudasse a crescer», aborda o novo responsável dos minhotos sobre as suas tarefas, deixando claro que, apesar das substanciais mudanças no organigrama e na gestão do emblema vizelense, o treinador Álvaro Pacheco está de pedra e cal.


«O Álvaro Pacheco fazia parte do projeto anterior e faz parte do novo projeto. É um treinador que tem paixão e ambição. É isso que temos também e é isso que pretendemos», é perentório Valter Vieira, evidenciando boa impressão quanto ao plantel: «É o melhor do mundo e não é época de transferências. Confiamos a 100 por cento no plantel e na equipa técnica.»


A preocupação com os resultados é inerente à função, num panorama em que «infelizmente o Vizela não tem os pontos que deveria e queria ter». O diretor-desportivo está, contudo, convicto que o futuro será promissor. «Mas vamos conseguir atingir os pontos pretendidos», evidencia confiança, apelando a alguma compreensão por ter assumido o cargo há tão pouco tempo: «Vamos ver agora. Com esta entrada é tudo novo. Queremos manter tudo. Estamos cá para ajudar a crescer e vamos ajustando consoante for possível e se realmente a oportunidade ditar alguém que venha acrescentar.»


O diálogo com o técnico Álvaro Pacheco será intensificado nos próximos dias, numa perspetiva de atuação no mercado de janeiro. «Jogo a jogo, treino a treino, vamos cá estar para ver o que é preciso, porque até pode nem ser preciso nada», determina Valter Vieira, que vê no Vizela um clube com «muita margem de crescimento».

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias