Van der Poel multado por «fazer justiça com as próprias mãos»

Ciclismo 26.09.2022 10:31
Por Redação

O ciclista Mathieu van der Poel foi condenado na Austrália pela altercação com duas adolescentes num hotel em Sydney, na véspera da corrida de estrada para o Mundial de Ciclismo. O ciclista deveria comparecer em tribunal na terça-feira, mas a audiência foi antecipada para segunda-feira – o mundial acabou domingo – e juiz o multou o corredor em mil dólares australianos por empurrar uma das raparigas e 500 pela outra rapariga. Fazendo a conversão, dá cerca de mil euros.


Van der Poel passou várias horas numa esquadra depois do incidente no hotel sábado – na sua defesa, disse que queria descansar antes da prova, mas vários jovens faziam barulho no corredor, batendo-lhe à porta. Acabou por se fartar e ir ao corredor, altura em que o alegado confronto aconteceu, e uma rapariga foi empurrada contra a parede, a outra contra o chão.


O juiz também condenou o ciclista neerlandês por ter tentado resolver a situação sozinho fazendo «justiça com as próprias mãos – deveria ter chamado a segurança do hotel. «Muitos de nós fariam o mesmo, pressão para fazer alguma coisa. E todos cometem erros», argumentou o advogado de Van der Poel, Michael Bowe, na defesa.


«O colega de quarto ficou em lágrimas e mesmo ele ficou muito dececionado, disse-me que sente que dececionou o país e a equipa», acrescentou Bowe, que disse ainda que vai recorrer e pediu a disponibilização imediata do seu passaporte, que foi apreendido.

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias