«Teríamos ganho se o jogo tivesse sido 11 contra 11»

Rio Ave 17.09.2022 18:18
Por Redação

Luís Freire, treinador do Rio Ave, lamentou as contrariedades que foram surgindo ao longo da partida, apontando-as como obstáculos importantes que contribuíram para o empate a dois golos em casa do Gil Vicente.


«É um jogo completamente atípico, não entrámos bem. Isso é da nossa responsabilidade. No final da primeira parte, num período melhor, conseguimos marcar. Na segunda parte, entrámos bem, mudámos os posicionamentos, fizemos o 2-0. O Gil apesar de ter mais bola não estava a criar perigo, depois tivemos mais uma lesão, a expulsão do Guga, fui obrigado a fazer três substituições de uma vez ainda muito cedo. A equipa mostrou sempre muita vontade de segurar o jogo, sofremos o 2-1, tentámos fechar-nos e sofremos o golo com nove jogadores. Tivemos muitas contrariedades e fica esse amargo de boca, porque se o jogo tivesse sido 11 para 11, teríamos ganho, mas como terminou 11 para nove, quase no fim, concedemos o empate», analisou o técnico.


Quanto ao momento de confusão no final do jogo, Luís Freire comentou: «Tenho pena que o jogo tenha acabado daquela forma, mas há lances iguais [2-2] que foram assinalados de forma diferente.»

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias