Rodman anuncia viagem à Rússia para libertar Griner

WNBA 23.08.2022 14:32
Por Nuno Paralvas

Dennis Rodman, 61 anos, cinco vezes campeão da NBA, anunciou que foi «autorizado a viajar para a Rússia» para tentar a libertação da basquetebolista Brittney Griner, 31 anos. A jogadora estrela da WNBA foi recentemente condenada a nove anos de prisão, por um tribunal russo, sob acusações de posse e tráfico de droga, depois de ter sido detida, em fevereiro, no aeroporto internacional de Sheremetyevo, em Moscovo.


«Estou a tentar ir esta semana para ajudar a rapariga. Conheço Putin muito bem», disse Rodman à NBC News. O polémico ex-basquetebolista, diplomata nas horas vagas, afirmou, em 2014, depois de se encontrar com o presidente da Rússia, que «Putin é um tipo fixe». São famosos, também, os encontros de Rodman com o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, que considera «um amigo para a vida», duas vezes em 2013 e uma em 2017 e o apoio, em 2015, à candidatura de Donald Trump à presidência dos Estados Unidos.


A disponibilidade de Rodman causou constrangimentos à administração do presidente Joe Biden, que considerou «errada» a detenção e tem negociado troca de prisioneiros com a Rússia.


Em declarações citadas pelo Washington Post, um porta-voz da presidência, que pediu anonimato tendo em conta «a sensibilidade da situação», argumentou que as ações de Rodman «podem, muito provavelmente, complicar os esforços para a libertação de Griner».


A basquetebolista, que foi detida com 0,702 gramas de cannabis encontradas no óleo de uma caneta vaporizadora numa das malas de mão, declarou-se culpada no julgamento, mas acrescentou que nunca quis magoar alguém.


Rodman não esclareceu, porém, quem o autorizou a viajar para Moscovo, nem quais os planos para ajudar Griner.

Ler Mais
Comentários (3)

Últimas Notícias