Paulo Fonseca sobre as expectativas: «Estou confiante»

Lille 01.08.2022 20:27
Por Redação

A uma semana do arranque da Liga francesa, Paulo Fonseca concedeu uma entrevista ao jornal La Voix du Nord, abordando as expectativas em torno do Lille.

«É um grande desafio. Quando fui convidado para vir, fiquei muito entusiasmado. Gostei muito destas primeiras semanas e estou confiante no futuro. O clube é muito organizado e as infraestruturas são extraordinárias», começou por dizer o treinador de 49 anos.

Mudanças na filosofia do clube: «Não mudei muito nas regras normais. Cada treinador tem regras diferentes. Mas eu exijo disciplina. Sou sempre muito exigente em relação a isso.»

Resposta dos jogadores à ideia de jogo: «Corremos riscos, sim. Mas para se ser um protagonista, para se ter iniciativa, para ser melhor do que os outros, para se definir metas constantemente, é preciso correr riscos. Não sou um treinador que espera que as coisas aconteçam, temos de fazer por isso. Confesso que os jogadores estão muito abertos a jogar assim. Acho que eles estão felizes e entusiasmados com este projeto. O que senti até agora é que eles também querem jogar assim e eu sinto-me feliz, motivado e entusiasmado.»

Entendimento entre clube e treinador no mercado de transferências: «Trabalhamos juntos. Recrutámos muitos jogadores em França, porque a estrutura conhece a liga. O que sinto é que o clube não decide nada sem ter a minha opinião. Significa que trabalhamos juntos. Também aceito os nomes que os olheiros me propõem, analiso, e quando vejo um jogador que pode jogar no meu estilo de jogo, aceito. Torna-se fácil trabalhar assim.»

Empenho dos jogadores e ambição em campo: «Se os meus jogadores são corajosos e tentam fazer o que lhes peço, assumo total responsabilidade pelos erros. O que é um problema para mim é quando eles não querem correr riscos ou não são corajosos. Se fosse jogador hoje, também queria correr riscos. Desta forma, posso participar mais no jogo. O jogo é feito para se jogar, para ter a bola. Se uma equipa só quer defender, como é que os jogadores podem mostrar as suas qualidades? É muito mais difícil.»

Implementação do estilo de jogo: «Sei que não é um processo fácil mudar muitas coisas, mudar jogadores, mudar totalmente a maneira como se joga. Leva tempo. E sabemos que não podemos esperar que tudo seja perfeito de um dia para o outro. O meu principal objetivo agora, apesar de não gostar muito de falar em objetivos a longo prazo, é construir o mais rápido possível uma equipa com caráter forte, uma identidade sólida, uma equipa corajosa que jogue um jogo de ataque, com o propósito de dominar. Se fizermos isso, se começarmos a jogar dessa maneira, acho que estaremos perto de ganhar os jogos. E acho que vai acontecer.»

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias