Palmeiras defende Abel Ferreira de «manifestações de cunho xenófobo»

Brasil 17.06.2022 17:52
Por Redação

O Palmeiras emitiu, esta sexta-feira, um comunicado nas redes sociais contra Jorginho, treinador do Atlético Goianiense. Após a derrota com o verdão (2-4), o técnico do dragão acusou Abel Ferreira de «desrespeitar o Brasil e os árbitros brasileiros» e essas palavras mereceram o repúdio do emblema paulista.


«O Palmeiras repudia com veemência as manifestações de cunho xenófobo que têm sido constantemente endereçadas à nossa equipa técnica. Nascemos pelas mãos de imigrantes que não somente fundaram um dos clubes mais vitoriosos do mundo, como também contribuíram com a formação da sociedade brasileira e da identidade nacional. A nossa história de 107 anos foi construída por jogadores, profissionais e adeptos de diferentes nacionalidades e etnias, sem distinção. Portanto, não toleramos declarações preconceituosas que incitem a aversão a estrangeiros. Os nossos relvados não são feudos reservados a pessoas de um só país. Pelo contrário, neles há espaço para todos que tenham vontade e capacidade de melhorar o futebol brasileiro», pode ler-se.


Ler Mais
Comentários (16)

Últimas Notícias