Chinês de 19 anos abre UK Championship a arrumar Murphy (6-5)

Snooker 23-11-2021 23:49
Por António Barroso

O jovem chinês Si Jiahui, de 19 anos, protagonizou na noite desta terça-feira a surpresa no primeiro dia de jogos e da 1.ª ronda do UK Championship, prova da época 2021/22 da World Snooker que pontua para o ‘ranking’ e que decorre em York (Inglaterra) até 5 de dezembro, ao vencer por 6-5 e eliminar o inglês Shaun Murphy, de 39 anos, sexto da hierarquia, campeão mundial em 2005 e vencedor do torneio em 2008 (10-9 a Marco Fu na final).

 

Profissional desde 2019 e nascido a 11 de julho de 2002 em Shaoxing, Si Jiahui, que tem como melhor posição na tabela mundial o 77.º lugar (em setembro de 2020) e nem consta dos 128 primeiros da tabela, entrou com tudo nos oito jogos da sessão noturna no Barbican Centre, de York, e na primeira das provas ‘Triple Crown’ (Tripla Coroa) da temporada.

 

Jiahui bateu ‘The Magician’ (o mágico) Murphy - que além da supracitada vitória no UK Championship em 2008, foi finalista vencido do torneio em 2012 (6-10 ante Mark Selby) e 2017 (5-10 ante Ronnie O’Sullivan) – na ‘negra’… num jogo em que esteve a vencer por 5-1 mas o inglês recuperou até forçar o decisivo 11.º parcial, onde o jovem asiático, num último esforço, venceu, depois de ver Shaun, com o jogo na mão, falhar uma bola azul fácil com apenas uma vermelha na mesa.

 

Durante este primeiro dia, e nas oito mesas montadas no recinto, confirmaram o favoritismo na 1.ª ronda (64avos de final, 128 jogadores) o escocês Anthony McGill, 16.º da hierarquia – bateu o jovem ucraniano Iulian Boiko por 6-, – o 17.º da tabela mundial, Zhou Yuelong, com um 6-1 ao compatriota chinês Chen Zifan, e o inglês Kyren Wilson, quinto da hierarquia, que suplantou o iraniano Soheil Vahedi por 6-2.

 

Menos de 47 horas após perder, em Bolton, a final da Champion of Champions – que A BOLA TV transmitiu - para Judd Trump (4-10), o escocês John Higgins, sétimo do ‘ranking’ e tetracampeão mundial (1998, 2007, 2009 e 2011) já esteve à mesa na sessão noturna desta terça-feira: o ‘Feiticeiro de Wishaw’ bateu de forma inapelável (6-1) o inglês de ascendência cipriota Michael Georgiou.

 

Higgins, de 46 anos, terceiro profissional mais ganhador da história, com 31 títulos de ‘ranking’, já venceu três edições do UK, todas elas diante de adversários galeses na final, mas a última delas há 11 anos: em 1998 (10-6 perante Matthew Stevens), 2000 (10-4 ante Mark Williams) e 2010 (‘negra’, 10-9, de novo ante Mark Williams).

 

Stephen Maguire, de 40 anos, oitavo da hierarquia, compatriota do ‘Feiticeiro de Wishaw’ e vencedor do UK Championship há 17 anos, em 2004 (10-1 ao inglês David Gray), também fez prevalecer a experiência e bateu à noite o inglês Sanderson Lam por 6-3.

 

Selby, Williams, Ronnie e Hendry estreiam-se quarta-feira

 

Com os jogos da 1.ª ronda a só terminarem na quinta-feira, dia 25 do corrente mês, todas as atenções se viram para a tarde e noite de quarta-feira. Na sessão das 14.30 horas, o número um e tetracampeão mundial (2014, 2016, 2017 e 2021), o inglês Mark Selby, de 38 anos, já bicampeão no UK – em 2012 (10-6 a Shaun Murphy na final) e 2016 (10-7 a Ronnie O’Sullivan), tendo ainda perdido a final de 2013 (7-10 para Neil Robertson – estreia-se no torneio ante o escocês Ross Muir.

 

Também o galês Mark Williams, de 46 anos, tricampeão mundial (2000, 2003 e 2018) nono do ‘ranking’ e já bicampeão do UK - em 1999 (10-8 ao compatriota Matthew Stevens na final) e 2002 (10-9 ao irlandês Ken Doherty) - entra em ação em York diante do chinês Lei Peifan, também às 14.30 horas.

 

À mesma hora, o suíço e lusodescendente (filho de mãe madeirense) Alexander Ursenbacher, 43.º do ‘ranking’, mede forças ante o inglês Ben Hancorn e estreia-se a primeira das duas jogadoras femininas na prova, a inglesa Reanne Evans, de 36 anos, 12 vezes campeão mundial feminina, 115.ª da tabela mundial e ex-companheira de Mark Allen, numa ‘guerra dos sexos’ ante o experiente compatriota Barry Hawkins, 42 anos, 14.º do ‘ranking’.

 

A sessão noturna de quarta-feira (19.30 horas) traz a estreia do hexacampeão mundial (2001, 2004, 2008, 2012, 2013 e 2020) inglês Ronnie O’Sullivan, de 45 anos, terceiro da hierarquia, no UK Championship, que já conquistou por um recorde de sete vezes, a primeira delas em 1993, com apenas 17 anos.

 

O ‘Rocket’ venceu o primeiro torneio da ‘Triple Crown’ da época em 1993 e 1997 com duplo 10-6 ao escocês Stephen Hendry nas finais, em 2001 (10-1 ao irlandês Ken Doherty), 2007 (10-2 ao escocês Stephen Maguire), 2014 (10-9 a Judd Trump), 2017 (10-7 a Shaun Murphy) e 2018 (10-6 ao norte-irlandês Mark Allen).

 

Depois de duas derrotas (5-6 e 1-6, respetivamente) ante o seu grande rival escocês, John Higgins, nas duas últimas provas da época (English Open e Champion of Champions, esta última transmitida em exclusivo na íntegra para Portugal pel’A BOLA TV, O’Sullivan, recordista de títulos em provas de ‘ranking’, com 37, terá pela frente o galês Michael White, longe dos seus dias áureos. Até agora, nos cinco jogos entre ambos, o ‘Rocket venceu todos.

 

Também às 19.30 horas um dos mais rápidos a tacar, o tailandês Thepchaiya Un-Nooh , de 36 anos, 39.º do ‘ranking’ é o adversário do único heptacampeão mundial (1990, 1992 a 1996 e ainda em 1999) na era moderna da modalidade, neste seu regresso ao circuito profissional, aos 52 anos: o escocês Stephen Hendry, pentacampeão do UK Championship, que venceu em 1989 (16-12 ao inglês Steve Davis), 1990 (16-15 de novo a Steve Davis), 1994 (10-5 ao irlandês Ken Doherty), 1995 (10-3 ao inglês Peter Ebdon) e 1996 (10-9 ao escocês John Higgins).

 

O UK Championship pontua para o ‘ranking’ e joga-se até 5 de dezembro no Barbican Centre, em York (Inglaterra). A prova foi ganha pelo australiano Neil Robertson em 2020 (10-9 ao inglês Judd Trump na final), e distribui £1,009 M (€1,2 M) de prémios, das quais £200 mil (€238 mil) ao campeão.

 

O UK Championship é jogado à melhor de 11 ‘frames’ – até um vencer seis (de 6-0 a possíveis 6-5) – até às meias-finais, sendo a final jogada à melhor de 19 parciais: é campeão do torneio, transmitido para Portugal (EuroSport) o primeiro a vencer dez parciais (de 10-0 a possíveis 10-9).

 

UK Championship, 1.ª ronda - resultados desta 3.ª feira (apurados a negro):

Andrew Higginson-Mark Joyce, 4-6      

Anthony McGill-Iulian Boiko, 6-0

David Grace-Peter Devlin, 6-2

Zhou Yuelong-Chen Zifan, 6-1

Kyren Wilson-Soheil Vahedi, 6-2 

Jak Jones-Oliver Lines, 6-4  

Lu Ning-Wu Yize, 3-6 

Dominic Dale-Ashley Carty, 4-6

Tom Ford-Andrew Pagett, 6-1

John Higgins-Michael Georgiou, 6-1

Li Hang-Mitchell Mann, 6-3

Stephen Maguire-Sanderson Lam, 6-3

Chris Wakelin-Jamie Clarke, 6-2

Shaun Murphy-Si Jiahui, 5-6

Mark Davis-Ashley Hugill, 4-6      

Scott Donaldson-Farakh Ajaib, 4-6 

 

Jogos da 1.ª ronda, 4.ª feira (hora local, mesma hora em Portugal continental):

Ricky Walden-Craig Steadman (9.30 horas)

Gary Wilson-Ian Burns

Liam Highfield-Jamie Wilson        

Noppon Saengkham-Aaron Hill

Stuart Carrington-Zhao Jianbo

Nigel Bond-Robbie Williams

David Gilbert-Alfie Burden

Xiao Guodong-Zhang Jiankang

Anthony Hamilton-Allan Taylor (14.30 horas)        

Mark Williams-Lei Peifan

Matthew Selt-Chang Bingyu

Barry Hawkins-Reanne Evans

Jamie Jones-Cao Yupeng

Alexander Ursenbacher-Ben Hancorn

Ding Junhui-Zhang Anda

Mark Selby-Ross Muir

Matthew Stevens-Hammad Miah (19.30 horas)

Mark King-Jackson Page

Kurt Maflin-Gerard Greene

Ronnie O'Sullivan-Michael White

Sunny Akani-Steven Hallworth

Thepchaiya Un-Nooh-Stephen Hendry

Elliot Slessor-Fan Zhengyi

Jack Lisowski-Sean Maddocks

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias