Ninguém marca mais em Portugal

Rio Ave 26-10-2021 16:30
Por Redação

O portentoso remate de Joca, na manhã do último sábado, não garantiu a vitória sobre o Penafiel e a liderança isolada da Liga 2 - segue no 1.° lugar, na companhia do Feirense -, mas reforçou um indicador muito evidente nesta campanha do Rio Ave. A espetacular execução do médio no Estádio 25 de Abril - um disparo de meia distância, ao ângulo, foi o primeiro momento de celebração do 1-1 final - representou o 20.° golo em nove jornadas do campeonato e o 31.° em todas as provas, números que permitem dizer que ninguém marca mais do que a equipa de Luís Freire em 2021/22, no âmbito dos clubes que militam nas competições nacionais.

 

Além das duas dezenas de golos no segundo escalão, a formação de Vila do Conde apontou mais sete na Taça de Portugal e mais quatro na Taça da Liga. O Benfica surge com os mesmos 31 golos marcados nesta fase da temporada, alcançados, no entanto, com a realização de mais três jogos (17/14): o FC Porto fecha o pódio, com 28 tentos em 13 partidas.

 

Só num jogo a turma dos Arcos ficou em branco: foi na goleada sofrida em casa (0-4), frente ao Feirense, na ronda 6 da Liga 2. Em todos os outros encontros, Gabrielzinho e companhia - melhor marcador do plantel, com sete golos - fizeram o gosto ao pé.

 

A estes dados, junte-se a curiosidade de todos os setores terem contribuído para tamanha inspiração no último terço. A defesa é responsável por oito tentos - Hugo Gomes (3), Costinha (3) e Santos (2) -, o meio-campo por cinco - Joca (2), Guga (2) e Rúben Gonçalves (1) - e o ataque por 17 - Gabrielzinho (7), Zé Manel (4), Aziz (3) e Pedro Mendes (3).

 

Da lista de marcadores do Rio Ave consta ainda o nome de um jogador adversário. O central Otávio Gut, do Farense, foi autor de um autogolo na 2.a jornada.

 

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias