«Taça tem desenho que não beneficia os clubes menos grandes»

Portimonense 17-10-2021 21:54
Por Redação

Paulo Sérgio, treinador do Portimonense, em conferência de Imprensa após vitória frente à UD Oliveirense, nos penáltis, realçou que tinha avisado os jogadores.

«Estudámos o adversário, sabemos que tem qualidade e que nos podia ferir. É uma equipa muito organizada, que sabe o que quer do jogo. O desafio lançado aos jogadores foi o de virmos cá e sermos iguais a nós próprios, respeitar o adversário. Foi um jogo muito disputado, a momentos muito bem jogado. Comandámos sempre o marcador. A massa associativa da Oliveirense faz uma pressão fantástica e concedemos alguns golos que não costumamos», analisou.

Questionado sobre até onde o Portimonense pode ir na prova rainha, Paulo Sérgio foi cauteloso: «Não temos um grande historial na prova, mas matámos esse borrego e seguimos em frente. Os jogadores do Portimonense respeitaram a Oliveirense. Chegar longe? É o que sonhamos todos, mas a Taça de Portugal tem um desenho que não beneficia os clubes menos grandes, com uma meia-final a duas mãos para dificultar. Mas chegar longe também requer alguma sorte nos sorteios. Mas na minha cabeça está apenas o jogo com o Estoril, da Liga. O que tiver de acontecer na Taça acontecerá naturalmente.»

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias