«Temos responsabilidades na Taça»

Gil Vicente 16-10-2021 16:44
Por Pascoal Sousa

O Gil Vicente defronta domingo o Condeixa e Ricardo Soares não pensa em mais nada que não seja a passagem da equipa à próxima eliminatória da Taça de Portugal, mesmo sabendo que pela frente vai ter um adversário aguerrido, que explorará o facto de receber os galos num relvado sintético.

 

«Temos responsabilidades na Taça. Queremos ir longe e temos objetivos bem definidos com o grupo. Se não formos fortes e iguais a nós próprios podemos passar dificuldades, respeitamos muito o Condeixa, mas vamos com o objetivo de passar», sublinha o técnico. 

 

A pausa foi aproveitada para dar ritmo e competitividade aos jogadores menos utilizados: «Teve importância esta pausa. Aproveitámos para continuar o nosso processo de jogo, que é evolutivo e tem margem para crescer. Os jogadores estão a crescer e vão ficar melhores no futuro e deu para fazer mais jogos-treinos e colocar aqueles jogadores com menos oportunidades, não por responsabilidade deles, porque têm feito um trabalho fantástico. Deu para vê-los num contexto de competição, jogo-treino e jogo oficial para nós é a mesma coisa. Houve jogadores que deram resposta afirmativa. Posso sempre adiantar que irei colocar uma equipa competitiva que nos permita passar a eliminatória. Neste momento é o jogo mais importante, e irei colocar jogadores que me dão garantias para vencer.»

 

Nos últimos seis jogos, os galos não ganharam – três derrotas e outras tantos empates. O treinador desdramatiza a questão e explica que há um processo em evolução do qual não abdicar. «Queremos conquistar vitórias, os adeptos também. A equipa demonstra confiança, organização e competência. O mais importante é vencer, mas não queremos conquistar vitórias sabendo que mais à frente podemos estar próximos de perder. Quero um processo que nos permita conquistar vitórias atrás de vitórias. Temos feito jogos de grande qualidade. Temos derrotas com dois grandes e com o Santa Clara, que tinha sido apurado para as pré-eliminatórias da Liga Europa. Com adversários diretos, que lutam por objetivos comuns aos do Gil Vicente, não perdemos com ninguém. Este é o caminho que nos levará às vitórias», garante.

 

Além do adversário há outros obstáculos a ultrapassar neste duelo da 3.ª eliminatória da taça de Portugal. «Vamos ter nos adaptar ao piso sintético, as bolas são diferentes, mas isso não vai servir de desculpa para termos um jogo menos conseguido. Somos uma equipa que se adapta às circunstâncias. O Condeixa apresenta dois sistemas de jogo, tem alguma estatura, os dois médios centros e centrais têm boa capacidade e têm jogadores rápidos nos corredores. Sabemos o que nos espera e temos de ser iguais a nós próprios. Nada vai ser pedido menos do que isso, vamos encarar o jogo com seriedade e compromisso», promete. 

 

Ricardo Soares começou a carreira de treinador nos escalões inferiores e conhece bem o contexto de equipas como o Condeixa. «Não tenho dúvidas que o meu passado nos escalões inferiores de me deixa mais ciente das dificuldades. Sei da qualidade que existe nesses campeonatos de menor expressão. É importante para alertar os jogadores para aquilo que os espera. As minhas equipas têm pergaminhos na Taça, mas aqui não interessa o Ricardo Soares e sim o Gil Vicente», salvaguarda.

 

Com os estádios finalmente abertos ao público, Ricardo Soares deixa uma garantia aos apoiantes do Gil Vicente: «Os adeptos podem ter a certeza de que vão ter orgulho na equipa, constituída por jogadores que vão deixar a pele em campo. O jogo com o Vizela mexeu muito comigo, não correu bem a primeira parte e os adeptos apoiaram incondicionalmente a equipa. Com a ajuda deles seremos mais fortes.»

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias