Hernán Crespo foi o 15.º treinador despedido do Brasileirão (fotogaleria)

Brasil 13-10-2021 22:15
Por Redação

O argentino Hernán Crespo foi o 15.º treinador a ser despedido do Brasileirão. O antigo jogador argentino foi afastado esta quarta-feira do São Paulo e engrossa a lista de técnicos que deixaram os respetivos clubes. Alguns emblemas preparam-se para o terceiro treinador da temporada, como o Grémio, histórico de Porto Alegre a arriscar a despromoção. O português Abel Ferreira, do Palmeiras, é um dos resistentes, mas ele próprio está a ser contestado pelos adeptos.

 

Em 2021 a primeira troca aconteceu logo na primeira jornada, com Alberto Valentim a deixar o Cuiabá. Foi rendido por Luís Fernando Iubel. Seguiram-se mudanças no Internacional, América Mineiro, Grémio (a primeira, com Tiago Nunes a sair), Flamengo e Chapecoense. A partir da 10.ª jornada do Campeonato Brasileiro saíram treinadores de Bahia, Fluminense, Ceará, Santos, Athletico Paranaense (o português António Oliveira foi afastado) e Atlético Goianense. Luiz Felipe Scolari (Grémio) e Hernán Crespo (São Paulo) foram os últimos.

 

No Campeonato Brasileiro apenas não houve mudanças no Atlético Mineiro, Palmeiras, Fortaleza, Corinthians, Juventude e Sport Recife. Mas várias destas equipas substituíram técnicos este ano, antes do início. O Sport Recife trocou Jair Ventura por Eduardo Louzer, enquanto o Corinthians contratou Sylvinho para o lugar de Vagner Mancini.  No início do ano, o treinador com mais tempo de clube era Renato Gaúcho, no Grémio desde 2016. Foi despedido, mas logo rumou ao Flamengo, que acabara de afastar Rogério Ceni, campeão brasileiro em título, que por sua vez está já apontado ao lugar…de Hernán Crespo, despedido esta quarta-feira. O 15.º.

 

Veja na fotogaleria alguns dos treinadores que saíram...e um que resiste.

 

Mudanças no Brasileirão

Cuiabá: Alberto Valentim-Luís Fernando Iubel

Internacional: Miguel Ángel Ramírez-Diego Aguirre

América Mineiro: Lisca- Vagner Mancini

Grémio: Tiago Nunes-Luiz Felipe Scolari

Flamengo: Rogério Ceni- Renato Gaúcho

Chapecoense: Jair Ventura-Luís Carlos Oliveira (Pintado)

Bahia: Dado Cavalcanti-Diego Dabove-Guto Ferreira

Fluminense: Roger Machado-Marcão

Ceará: Guto Ferreira-Tiago Nunes

Santos: Fernando Diniz-Fabio Carille
Athletico Paranaense: António Oliveira-Bruno Lazaroni

Atlético Goianiense: Eduardo Barroca

São Paulo: Hernan Crespo

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias