«Barcelona? Jogo com o V. Guimarães é mais importante»

Benfica 24-09-2021 14:34
Por Redação

A deslocação a Guimarães, para a sétima jornada do campeonato, antecede a receção ao Barcelona, para a Liga dos Campeões, mas Jorge Jesus não tem dúvidas sobre quais são as prioridades do clube e não receia qualquer ansiedade por parte dos jogadores tem em vista esse duelo europeu com os catalães.

 

«Não é preciso jogar com o Barcelona para que os jogadores saibam que o jogo com o Vitória de Guimarães é o mais importante. O nosso discurso é o mesmo desde o primeiro dia: a prioridade é o campeonato e voltarmos a ser campeões nacionais. Nesse sentido, mas o jogo com o Vitória é mais importante, ainda que ambos sejam importantes», disse na antevisão à partida no Castelo, marcado para sábado (18 horas).

 

Respondeu no mesmo registo quando questionado se a visita ao Estádio D. Afonso Henriques será a deslocação mais difícil do Benfica desde o início da época: «É a mais difícil porque é a próxima. Claro que todos sabem das dificuldades de jogar em Guimarães, quer pela equipa que é, quer pelos adeptos. É dos poucos estádios onde jogam Benfica, Sporting ou FC Porto em que 90 por cento são adeptos da casa. Isso mostra a grandeza do clube. Mais importante que tudo isso é acreditarmos que temos capacidade para ganhar seja a quem for e que, respeitando o adversário, temos argumentos para conseguir a vitória que queremos.»

 

Uma vitória que permite ao Benfica manter a vantagem sobre os rivais na liderança da Liga: «É importante estar com essa vantagem na liderança. Trabalhamos para chegar aos jogos e sermos melhores que os adversários e conquistar os três pontos. As vitórias garantem tranquilidade e confiança. O Benfica vem de seis vitórias seguidas e queremos a sétima. Temos o direito de pensar que temos qualidade para chegar a Guimarães e vencer.»

 

«O objetivo de todas as equipas é estar sempre melhor de jogo para jogo, de semana para semana. É com essa ideia que trabalho com os jogadores, para que a equipa seja mais forte individual e coletivamente. Trabalhamos com essa ideia, mas nem sempre acontece o que queremos. Temos esta série de vitórias e queremos somar mais uma contra um adversário forte que tem história no campeonato, com uma massa associativa fervorosa que tem muita paixão pelo clube. Esse é mais um obstáculo», rematou.

Ler Mais
Comentários (51)

Últimas Notícias

Mundos