Campeão de xadrez faz xeque a Rui Vitória

Rússia 21-09-2021 10:47
Por Redação

A derrota do Spartak no dérbi de Moscovo, frente ao CSKA (0-1), deixou Rui Vitória mais fragilizado no comando da equipa. Quatro derrotas em oito jogos colocam a equipa a meio da tabela e Evgeny Tomashevsky, bicampeão russo de xadrez e adepto do clube, adivinha um xeque ao treinador português para breve, ainda que duas das derrotas tenham sido sofridas já perto do final dos jogos.

 

A situação interna no clube, com crise diretiva - recorde-se que um dos diretores se demitiu em agosto, a meio da qualificação para a Liga dos Campeões frente ao Benfica -, também não ajuda e Tomashevsky analisou o calendário próximo. «Segue-se Ufa, depois Akhmat, depois Zenit, Rostov, Dynamo, Lokomotiv e Krasnodar. Os quatro primeiros [Zenit, Dínamo, Lokomotiv e Sochi] estão claramente muito fortes. Não quero parecer preocupado, mas com a forma como a equipa está a jogar é uma verdadeira luta. Tem de se fazer alguma coisa ou vai haver muita tristeza no final desta época em que se celebra o centenário do clube. A primeira coisa a fazer é melhorar o ambiente no clube – decidir-se se se confia no treinador, talvez assumir que esta será uma época de transição [Rui Vitória foi substituir o antigo treinador Domenico Tedesco]», comentou ao jornal Sovsport.

 

Tomashevsky é claro sobre o destino de Vitória. «Creio que ele tem de sair. Esta não é a guerra dele, foi apanhado numa situação em que não consegue lidar com o que se passa no Spartak. E penso que ele já percebeu isso», sentencia.  

 

Quanto ao treinador português, não quer perder tempo a pensar em cenários futuros, apenas em ganhar jogos.

 

 

Ler Mais
Comentários (7)

Últimas Notícias