Rúben Amorim explica porque foi Porro a bater o penálti

Sporting 20-09-2021 10:20
Por Marta Fernandes Simões

Lance Capital do jogo, o penálti a favor dos leões foi convertido por Porro aos 67’. Sem Pedro Gonçalves (lesionado), mas com Jovane já em campo (entrou aos 62’), esperava-se que o extremo cabo-verdiano avançasse para a marca dos 11 metros, mas foi o internacional espanhol a assumir a conversão e a marcar, estreando-se nessas andanças. Fez golo e foi comemorar com quem lhe passou o testemunho, dando um beijo na cara a Jovane.
 

Surpresa que Rúben Amorim explicou mais tarde, em conferência de Imprensa de análise à partida. «Em relação ao penálti, quem falha troca. Eles querem todos marcar, eu confio em todos. O Nuno [Santos] falhou um no ano passado, saiu; o Jovane era o nosso marcador, falhou, saiu; o Pote [Pedro Gonçalves] lesionou-se, saiu; e agora é o Porro, tanto que eles estavam a gritar para o campo e eu como prometi que era sempre assim... o Jovane também precisava de marcar, mas é assim, foi o combinado, é falha, troca», esclareceu o treinador leonino.
 

Na última época, os marcadores de penáltis dos leões foram Jovane (eficaz contra Paços de Ferreira, Belenenses SAD e Nacional), Pedro Gonçalves (marcou a Benfica e Rio Ave), João Mário (marcou a Belenenses SAD e Paços de Ferreira mas falhou outro diante dos azuis) e Nuno Santos (que só foi chamado à cobrança contra o Famalicão, mas falhou).
 

Já esta temporada, Jovane não conseguiu converter penálti frente ao Vizela, em Alvalade, primeiro compromisso dos leões no campeonato. Agora, é a vez de Porro.

Ler Mais
Comentários (118)

Últimas Notícias

Mundos