«Projeto aliciante num clube que está a reerguer-se»

E. Amadora 15-09-2021 17:04
Por Eduardo Pedrosa Marques

Apresentado no passado sábado como novo treinador do Estrela da Amadora, Ricardo Chéu está pronto para o jogo de estreia enquanto líder dos tricolores.

 

A sua primeira aparição no banco estrelista está agendada para as 20.15 horas desta quinta-feira, quanto o Estrela da Amadora defrontar a Académica, no Estádio Cidade de Coimbra, numa partida que está em atraso da 4.ª jornada da Liga 2, e Ricardo Chéu, que nas últimas épocas esteve no estrangeiro – FC Rieti (Itália), FK Senica e Spartak Trnava (ambos da Eslováquia) – mostra-se feliz com o novo rumo que deu à sua carreira.

 

«O regresso não podia ter sido melhor, uma vez que vim para um clube histórico, com uma tradição enorme no futebol português e que está a reerguer-se de uma forma sustentada. Estar aqui deixa-me extremamente satisfeito, este é o projeto que eu necessitava enquanto treinador. Um projeto aliciante e que estimulasse os meus objetivos. Claro que, depois de três anos fora do nosso País, dou mais valor a este regresso. As experiências foram fizeram-me crescer enquanto treinador, conhecendo novas realidades e novas metodologias. Estes três clubes por onde passei, um em Itália e dois na Eslováquia, também cresceram de forma sustentada e num deles puder jogar a Liga Europa. Esta vinda para o Estrela da Amadora é um desafio aliciante e motivador para a minha carreira e é um prestígio para qualquer treinador passar por uma casa como esta, que nos merece o maior respeito e que tem um projeto extremamente consolidado para o seu futuro».

 

Em relação ao jogo com a Briosa, Ricardo Chéu sublinha a vontade que a sua equipa tem de conquistar o triunfo. «Um clube como o Estrela da Amadora tem que ter a ambição de discutir sempre os três pontos, em todos os jogos. É certo que tivemos pouco tempo de treino, mas lutaremos sempre pela vitória, independentemente do adversário», sublinhou o jovem técnico, de apenas 40 anos.

 

Na conferência de Imprensa de antevisão ao encontro diante dos academistas, marcou também presença Miguel Rosa. O jogador tricolor, que saudou a chegada do novo treinador, reconhece que todos os embates são complicados, mas olha para a vitória. «Espero um jogo difícil, como qualquer jogo na Liga 2, e onde temos que estar no nosso melhor para vencermos. Sobre a equipa técnica, o que desejo é que tenha muito sucesso. O sucesso do Mister será o nosso. Espero que nos ajude, tal como nós o ajudaremos também», referiu.

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

Mundos