Dia da despedida chegou e Ramos emocionou-se

Real Madrid 17-06-2021 12:02
Por Redação

O Real Madrid organizou para esta quinta-feira uma homenagem de despedida ao capitão Sergio Ramos, que termina contrato depois de ter chegado em 2005, no centro de treinos de Valdebebas.

 

Na presença do presidente Florentino Pérez - dos pais, do irmão e do quatro filhos -, depois deste falar e ter sido mostrado um vídeo com o seus melhores momentos, o central de 35 anos emocionou-se e prometeu voltar.

 

«Chegou o momento, um dos mais difíceis da minha vida, chegou a hora de me despedir do Real Madrid. Vim pela mão do meu pai ... É inevitável ficar emocionado, gostaria de me despedir no nosso estádio, no Santiago Bernabéu. Obrigada ao Real Madrid, vou levar-te sempre no coração. Fecha-se uma etapa maravilhosa, única na minha vida, abre um outro futuro em que quero continuar a mostrar meu melhor nível por muitos anos. Mais do que um adeus, isto é um até logo, porque voltarei», disse.

 

 

«Este é um ato cheio de sentimentos e emoções para todos os madridistas e também para mim. Não é um dia fácil, fora muitos anos com o Sergio, muitos jogos e muita intensidade. Não esquecerei o dia 8 de setembro de 2005, quando o Sergio chegou ao Bernabéu para se apresentar. Tinha uma vontade imensa de conquistar o mundo, era a minha primeira contratação de um jogador espanhol, um miúdo de Camas com uma força enorme. Uma contratação que não foi fácil, mas tínhamos a convicção de que a sua chegada iria marcar uma época. Já se passaram 16 anos e traçaste uma das trajetórias mais espetaculares da história do nosso clube. Vieste quase como uma criança e estou extremamente orgulhoso do que conquistaste. És uma das grandes lendas do Real Madrid. Para os madridistas que amam este clube, serás sempre o homem da Décima [Liga dos Campeões], do minuto 93 em Lisboa [vitória sobre o Atlético Madrid em Lisboa por 4-1, num jogo que foi a prolongamento devido ao golo do empate de Ramos aos 93]», afirmou o presidente, que destacou os números de Ramos: 22 títulos, a par de Marcelo, apenas superados por Paco Gento; 101 golos em 671 jogos.

 

 

Ler Mais
Comentários (4)

Últimas Notícias

Mundos