SAD admite vender Corona para não o perder a custo zero

FC Porto 13-06-2021 10:16
Por Pascoal Sousa

O FC Porto está tranquilo em relação à solidez da cláusula de rescisão de Corona, que baixou este mês para os €25 milhões, voltando aos 40 milhões em julho. Não houve até ao momento proposta ou sondagem por Tecatito que chegasse perto dessa verba mínima, mas há crescentes sinais de que a valorização do extremo pode mesmo forçar a SAD a avaliar um negócio este verão.

 

A questão é que o cerco do Sevilha, o interesse também do Atlético de Madrid e de equipas italianas (a Fiorentina foi a mais recente, mas levou nega) e inglesas introduzem um fator de pressão pelo facto de Corona entrar no último ano de contrato com o FC Porto. Em 2019, o mexicano foi aumentado e estendeu o seu vínculo até 2022, num processo que a SAD concluiu quando o jogador também tinha pela frente apenas mais um ano de vínculo.

 

Desta vez, não é seguro que Corona renove. Mas também não é de excluir que o faça. Tudo depende dos projetos desportivos que surgirem e das condições salariais que lhe forem apresentadas, sempre importantes num futebolista com 28 anos - faz 29 a 6 de janeiro de 2022.

 

Leia a notícia na íntegra na edição impressa ou digital de A BOLA

Ler Mais
Comentários (21)

Últimas Notícias

Mundos