Presidente Vítor Murta suspenso por 90 dias

Boavista 10-06-2021 23:41
Por Redação

O presidente do Boavista foi suspenso por 90 dias pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e condenado a pagar 4.210 euros de multa por «ofensas à honra ou consideração de agentes de arbitragem».

 

A 5 de fevereiro, Vítor Murta disse que o Boavista «foi roubado» na derrota frente ao Gil Vicente (1-2), em jogo da 17.ª jornada da I Liga, considerando mesmo que árbitro Hélder Malheiro não tinha «qualidade e categoria para entrar no Bessa».

 

«O Boavista foi espoliado, roubado e maltratado. Este senhor que pisou o relvado não tem qualidade e categoria para entrar no Bessa. Sei que vou ser castigado, mas chegou a altura de pôr o dedo na ferida. É uma vergonha o que aconteceu. O Gil Vicente não tem culpa, mas está aos olhos de todos que o segundo golo é claramente precedido de falta. O videoárbitro (VAR) viu isso e chamou o árbitro, que decidiu fazer ouvidos moucos e olhos de cego», atirou na altura, contestando também o quinto amarelo mostrado a Angel Gomes.

 

Ler Mais
Comentários (8)

Últimas Notícias

Mundos