César Prates: «Sporting já é campeão da atitude»

Sporting 08-05-2021 11:11
Por Irene Palma

Quando chegou ao Sporting, no início de 2000, estava longe de imaginar a importância que iria ter. Ficou na história do clube.  «Sabe que recebi o meu filho em Lisboa quando ele tinha 28 dias. Quando lhe disse que ia dar esta entrevista a A BOLA ficou muito feliz. Quero que saibam quem foi o pai no Sporting», diz, fazendo uma confidência: «Sabe que nunca mais fui a Portugal?»

 

Conquistou dois campeonatos, duas Supertaças e uma Taça de Portugal. Uma carreira de sucesso. O leão volta a rugir e é por isso que vestiu a camisola para esta entrevista?
- Claro! Estou com a camisola da moda vestida [risos]. Sou muito grato ao que o Sporting proporcionou na minha vida e na da minha família. Foram três anos e meio muito marcantes. Muito intensos. Posso garantir que o Sporting tem um torcedor brasileiro, ferrenho, como dizem os portugueses. É assim mesmo que eu sou, por causa da gratidão e da oportunidade que o Sporting me deu. Por isso, visto esta camisola com muito orgulho e estou muito, muito feliz em ver que está faltando pouco.

 Nunca imaginou que depois dessa aprendizagem o Sporting enfrentasse outro longo jejum?
- Não e o Sporting teve uma oportunidade linda de conquistar, por exemplo, a Taça UEFA no próprio estádio.


- E agora? Chegou a hora?
- Os resultados têm mostrado que os adversários complicam muito os jogos. Os jogos duros de se jogar são os de 1-0 e os que ganhas com um golo no final. Acredito muito e confio muito, por ver uma equipa concentrada no objetivo que tem. É esse o êxito. O Sporting neste momento já é campeão da atitude.

 

Leia mais na edição impressa e digital de A BOLA.

Ler Mais
Comentários (10)

Últimas Notícias