O que une e separa Conceição e Jorge Costa

FC Porto 08-05-2021 09:24
Por Jorge Anjinho

Djalmir, antigo avançado brasileiro, trabalhou com Sérgio Conceição e Jorge Costa no Olhanense. «Deus perdoa, Djalmir não!» O mítico cântico que acompanhou os golos do avançado no Olhanense surgiu quando Jorge Costa comandou o clube algarvio na subida à Liga, em 2008/2009, e continuou depois com Sérgio Conceição, mas já sem a mesma veia goleadora. A BOLA desafiou ontem o brasileiro, de 45 anos, a recordar momentos com os dois treinadores que depois de amanhã se reencontram no Dragão, no FC Porto-Farense.


«Ao contrário do Sérgio Conceição, o Jorge Costa viu o melhor de mim: subimos de divisão, fui o melhor marcador da Liga 2 e da equipa na Liga, com doze golos, e não joguei sempre devido a uma lesão no início do campeonato», recordou Djalmir a abrir a conversa: «Em Olhão, o Sérgio apanhou o barco em andamento, quando substituiu o Daúto Faquirá. Nesse período eu já não jogava tanto.»


E prosseguiu com gosto a viagem no tempo.
«A nível de conhecimento e de trabalho nos treinos e jogos, os dois são top! São excelentes treinadores, por isso é que o Sérgio está onde está e o Jorge tem um grande percurso na sua carreira de treinador, com sucesso quer no estrangeiro, quer em Portugal. Os dois têm provas dadas», elogiou, olhando depois para o que os une e o que os separa: «São muito diferentes a nível de treino e comportamento. Semelhanças só em exigência e profissionalismo, pois até são ambos da mesma academia, o FC Porto, e o espírito é igual: ganhar, treinar bem e não brincar, levar tudo a sério e puxar os que estão em baixo para cima, para ajudar a equipa.»


Os anos passaram mas continua tudo fresco na memória.
«O Sérgio tem um modo de atuar mais ativo, mais imperativo. Quem viu o Jorge jogar poderia pensar que a treinar seria  a mesma coisa, mas não, é diferente. É mais calmo, tem uma forma diferente de passar a mensagem, de falar com os jogadores», começou por detalhar o perfil de ambos e como lidavam com os jogadores.

 

Leia mais na edição impressa e digital de A BOLA.


 

Ler Mais
Comentários (13)

Últimas Notícias

Mundos