Gary Neville explode contra Superliga: «É pura ganância, muitos deles nem vão à Champions»

Inglaterra 19-04-2021 10:11
Por Redação

O ex-jogador Gary Neville insurgiu-se contra a ganância dos presidentes dos clubes ao reagir ao anúncio da criação da Superliga, que terá seis equipas inglesas. Não teve contemplações com nenhum dos clubes, nem mesmo o Manchester United, clube que publicamente apoia.

 

«Estou especialmente dececionado com o Manchester United e o Liverpool. Querem juntar-se a uma competição sem se qualificar e da qual não podem ser despromovidos? É uma vergonha. Temos de combater o poder destes clubes no país, e isso inclui o meu, o United, de que sou adepto há 40 anos. É pura ganância, são impostores. Os donos de United (Joel Glazer), Liverpool (John Henry), Chelsea (Roman Abramovich) ou Manchester City (Sheikh Mansour bin Zayed al-Nahyan) não têm nada a ver com o futebol neste país, que tem mais de 100 anos de história. Os adeptos têm de ser protegidos. Eu já ganhei dinheiro no futebol, invisto em futebol, não tenho nada contra dinheiro no futebol, obviamente, mas os princípios e o espírito de uma competição justa têm de estar presentes. Para que possa acontecer que o Leicester seja campeão e vá à Champions», disse em análise no canal Sky Sports.

 

«O Manchester United, Arsenal, Tottenham nem sequer estão na Liga dos Campeões! E querem ter direito a estar lá? É uma brincadeira. É preciso haver reguladores independentes para evitar que estes clubes tenham tanto poder. Já chega», criticou severamente.

 

«Tirem-lhes os pontos, ponham-nos no fundo da tabela, tirem-lhes o dinheiro. É um ato criminoso contra os adeptos», acusou, acusando ainda estes clubes de quererem cavar ainda mais o fosso para os clubes mais pobres em altura de pandemia.

 

Ler Mais
Comentários (8)

Últimas Notícias