O caso raro de Renato Gaúcho no futebol brasileiro

Brasil 19-04-2021 08:27
Por Gonçalo Guimarães

Quatro anos e sete meses no cargo, para um treinador do Brasileirão, é qualquer coisa semelhante à eternidade. Foi o tempo que Renato Gaúcho, 58 anos, esteve no comando do Grêmio. Até que, na quinta-feira, foi despedido pelo emblema de Porto Alegre após ser eliminado pelo Independiente del Valle (do português Renato Paiva) e falhar a fase de grupos da Taça Libertadores, prova que ganhou em 2017.

 

Se dúvidas existissem sobre o facto de a longevidade de Renato Gaúcho ter andado em contraciclo com a habitual realidade do futebol brasileiro, em que as mudanças de treinador são prato do dia, o levantamento estatístico da FootHub dissipa-as por completo. Enquanto Renato Gaúcho esteve no banco do Grêmio, ou seja, desde setembro de 2016, os outros clubes da Série A do Brasileirão somaram quase 200 técnicos! Mais precisamente 192.

 

Recorde-se que entretanto a CBF mudou as regras para a troca de treinadores no Brasileirão de 2021. Cada clube só poderá ter dois ao longo do campeonato e cada técnico também só poderá treinar dois clubes diferentes.

 

Leia mais na edição impressa ou digital de A BOLA

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias