Setúbal substitui Fukuoka na qualificação em águas abertas para Tóquio

Natação 08-04-2021 09:09
Por Miguel Candeias

«Tenho esperança de que pelo menos uma nadadora feminina, e aquela que tem mais hipóteses é a Angélica André, seja apurada», declarou o presidente da Federação de Natação António José Silva após a divulgação de que, entre 19 e 20 de junho, Setúbal receberá a qualificação para os Jogos de Tóquio nos 10 km em águas abertas. Ou seja, pela terceira vez seguida, depois de Londres-2012 e Rio-2016, o estuário do Sado acolhe a decisão das últimas 15 vagas olímpicas em masculinos e femininos. As dez primeiras foram preenchidas no Mundial de Gwangju-2019.

 

Na sexta-feira, devido à pandemia, notícia confirmada segunda-feira pela FINA, o Japão anunciara o cancelamento dos test event e provas de qualificação nos saltos para água (18/23 abril), natação artística (1/5 maio em Tóquio), onde Portugal conta com o duo Beatriz Golçalves/Sheila Vieira, e águas abertas (29/39 maio em Fukuoka), que além de Angélica tem igualmente na corrida Mafalda Rosa e Tiago Campos.  

 

«A hipótese surgiu quando o futuro presidente da FINA, Husain al Musalah, me pediu uma reunião. Esteve cá há duas semanas e, entre outros assuntos relacionados com o futuro dos programas desportivos da FINA, sondou-me sobre a hipótese e a nossa disponibilidade para a qualificação olímpica ser em Setúbal, caso borregasse a qualificação em Fukuoka. Claro que disse logo que sim», revelou o líder da FPN.

 

Leia o artigo completo na edição impressa ou digital de A BOLA.

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias