Aventuras em streaming na PlayStation: os jogos do mês PS Now

Jogos 07-04-2021 12:16
Por Redação

Agora que o novo coronavírus já nos deixa sair de casa – embora sejamos aconselhados a permanecer entre quatro paredes para ficarmos em segurança – a PlayStation avançou com uma série de aventuras bem mais inteligente que irmos a correr para uma esplanada sem máscaras a beber cafés no meio de multidões…

 

O catálogo do serviço PlayStation Now foi reforçado com três títulos que, cada um à sua maneira, nos transportam para cenários de fantasia, cheios de ação. E o melhor de tudo é que a escolha teve cuidado especial: há variedade de gostos e de estilo de jogo, o que torna mais apetecíveis as novidades.

 

O serviço PlayStation Now é o equivalente à Netflix, HBO ou Disney + dos videojogos (todas estas plataformas, aliás, têm aplicações disponíveis na PS Store). O mesmo é dizer que ao susbrever o PlayStation Now os jogadores podem usufruir de um catálogo com mais de 700 títulos para jogar em streaming (ou descarregar) nas consolas Sony e no PC.

 

 

Mais fácil não há: escolhe-se o título, inicia-se o jogo, espera-se um pouco mais que quando se insere um disco (mas não muito) e a partir de então tudo flui.

Ora, para abril – mas não só - a Sony disponibilizou jogos que fizeram história (recente) no mundo das consolas. Falemos, primeiro, de Marvel’s Avengers, um sonho para os fãs da Marvel, na medida em que nos coloca na pele de vários dos heróis mais populares. Ao nosso dispor estão personagens como o Homem de Ferro, Hulk, Capitão América, a Víuva Negra, Thor e Kamala Khan, uma das mais recentes heroínas Marvel e que consegue esticar e aumentar qualquer parte do corpo.

 

A história não foge de quase todas as histórias de heróis e neste caso a ameaça ao Mundo é tão poderosa que só trabalhando em equipa será possível salvar a humanidade. Assim, os jogadores mergulham numa espécie de filme (no modo campanha) no qual com vários combos e uma bem planeada árvore de desenvolvimento podem ir fazendo a sua parte para esse bem maior. Triângulo, bola, L1 e L2, quadrado, etc. E é ir vendo os inimigos pelos ares, arrasados pelos Avengers.

 

Este título, sabe-se já, estará no catálogo PS Now até 5 de julho. Tempo mais que suficiente para o concluir e para explorar a jogabilidade em modo cooperativo.

 

 

Borderlands 3 é outro dos títulos que já podem ser jogados online e em streaming. Neste caso até 29 de setembro. Com um belo aspeto visual, somos convidados a vestir a pele (salvo seja) de um de quatro novos caçadores de tesouros, personalizá-lo, e rebentar com inimigos por apenas duas razões: por tudo e por nada! À medida que avançamos em Borderlands 3, vai sendo possível personalizar a nossa personagem, adaptando-a ao estilo de jogo que mais nos convém. Nota importante: depois de se escolher uma personagem (e cada qual tem as suas características, que fazem variar o estilo de jogo) não é possível alterá-la a meio.

 

Borderlands 3 é aquilo a que se chama um Shoot n’ loot, ou seja disparar e recolher os despojos, cheio de ação e – já se disse – com gráficos interessantes e boa dose de sentido de humor. É possível jogar Borderlands 3 a solo ou com amigos, em sessão cooperativa com até 3 amigos.

 

Por fim, mas não menos importante, o catálogo foi ainda reforçado com The Long Dark já apresentado como o jogo mais difícil de sobrevivência alguma vez feito – claro que há níveis de dificuldade para todos os gostos, mas o mais complicado é mesmo… complicado….

O avião onde o nosso personagem segue (e podemos definir se queremos jogar com um homem ou uma mulher) cai nos desertos gelados do Canadá. Apenas munidos de instinto de sobrevivência (uns mais que outros) somos convidados a salvar a vítima do acidente. E isso implica: não congelar, não quebrar gelo e cair na água gélida, não ser atacado por ursos, escapar a lobos, encontrar (ou transformar gelo em) água potável, comer, entre outros problemas. Para tal, teremos apenas à nossa disposição o que vamos encontrando pelo caminho.

 

 

O aspeto gráfico é simples (talvez algo simplista, mesmo), mas The Long Dark quer ser mais – muito mais – que uma experiência visual. E essa é a razão pela qual foi tão bem recebido pela crítica, cotando-se mesmo como o mais bem avaliado de entre os três títulos novos do PS Now. Note-se que este é um jogo para um público mais maduro e menos focado na espetacularidade gráfica, mais capaz de apreciar um ritmo mais lento e mais propenso a mergulhar no drama daquela personagem.

 

O catálogo de PS Now inclui, já se referiu, mais de 700 títulos, todos jogáveis em PlayStation 4 e 5 ou num PC com Windows. Da lista fazem parte jogos das várias gerações de consolas da Sony e vários exclusivos.

 

A assinatura por um mês custa €9,99, havendo descontos para subscrições mais prolongadas (€24,99 por um trimestre e €59,99 por um ano).

 

Ler Mais

Últimas Notícias