«Feliz no Benfica como? Todos os dias a levar com isto. Ninguém vê a verdade?»

Benfica 24-02-2021 15:13
Por Redação

Jorge Jesus foi questionado sobre se estava feliz no Benfica. O treinador disse que trocou o Flamengo pelos encarnados por acreditar no projeto, mas que está cansado de ouvir críticas e que, não conseguindo treinar a equipa com as condições que queria, não está totalmente satisfeito.

 

O que pode prometer aos adeptos daqui para a frente:

«Vamos melhorar, porque os sinais do jogo com Arsenal – não estou a dizer técnica e taticamente -  em capacidade física  já deram isso. Não tínhamos aquela intensidade nem no treino, quanto mais no jogo. É sinal que equipa vai melhorar. Psicologicamente marcou, são muitos pontos em relação ao primeiro, mas há ainda muita coisa para ganhar.

 

Está feliz no Benfica?

«Vim porque acreditei no projeto e continuo a acreditar. No último ano [no Flamengo] só não ganhei o campeonato do mundo. O resto ganhámos tudo. Sei que os treinadores nem sempre ganham, mas isto que passámos não tem a ver com falta de qualidade. Parece que o Rui Costa não sabe liderar jogadores, treinadores, que não sabe… e o treinador também não, e o presidente que recuperou este clube também não. Se querem aproveitar para níveis que não tem a ver com futebol, isso já não sei. Claro que estou feliz.  Não totalmente, porque vim para ser campeão e poder trabalhar normalmente. E fui impedido pela pandemia, portanto não me sinto feliz. Todos os dias a levar com isto nas televisões e nos jornais. Ninguém vê a verdade?»

 

«Ainda ontem eu, o Rui Costa e o presidente estivemos reunidos, trabalhamos constantemente para sair desta crise, acreditamos no que podemos fazer, sabendo que está difícil, mas não deitamos a toalha. A imunidade chegou ao grupo, nos próximos 3 ou 4 meses não vai haver Covid-19 no Benfica - só Rafa, Samaris e Chiquinho não tiveram -, vamos começar a trabalhar normal, com intensidade, com jogadores que não estão doentes, para melhorar. Eu melhoro jogadores como? Com treino. Percebam o que estou a dizer, acarinhem os jogadores, a equipa, porque destes resultados nós não fomos culpados, não teve a ver com incapacidade de trabalho. É para os adeptos que trabalhamos, que tentamos ser melhores, precisamos de apoio.»

Ler Mais
Comentários (207)

Últimas Notícias