Surto no Benfica: DGS coloca decisão nas mãos da Liga

Benfica 19-01-2021 15:21
Por Redação

[hora original:11h28]

[atualizado com o comunicado da DGS, e com as últimas informações do Benfica]

 

O Benfica já foi informado pela Direção Geral de Saúde (DGS) que a decisão sobre um eventual adiamento dos jogos do clube, como este sugeriu na sequência de 17 casos positivos entre jogadores e staff, só pode ser tomada pela Liga de Clubes. 

 

A DGS não se considera a autoridade competente para tomar tal decisão devido à especificidade da mesma, por se tratar de um clube e não do futebol profissional ou de uma modalidade no seu todo, ou mesmo de uma competição.

 

«A Autoridade de Saúde territorialmente competente, avaliadas as circunstâncias e o risco, decide sobre os jogadores que ficam isolamento, por motivo de doença, e sobre os jogadores que ficam em isolamento profilático, por serem considerados contactos de risco. A decisão quanto ao restante plantel é da responsabilidade dos clubes desportivos», esclareceu em comunicado o organismo, que anulou a habitual conferência de imprensa diária, alegando questões de agenda.

 

Entretanto, também os encarnados cancelaram a conferência de imprensa de Jorge Jesus, embora a equipa tenha trabalhado no Seixal com os disponíveis, sem recurso à equipa B, com o treinador, que testou negativo, a dar treino sozinho. Os jogadores seguiram depois para casa e não para estágio a fim de seguir viagem, ao contrário do que estava previsto.

 

 

São cinco os jogadores infetadosWaldschmidt, Vertonghen, Grimaldo, Diogo Gonçalves e Gilberto, e Everton Cebolinha encontra-se também em isolamento profilático, apesar de teste negativo, porque a esposa encontra-se infetada. Também o presidente Luís Filipe Vieira testou positivo, embora apresente apenas sintomas ligeiros, tal como Luisão, que agradeceu hoje as mensagens recebidas.

 

A decisão de um eventual adiamento dos jogos do emblema da Luz está então nas mãos da Liga. 

 

 

 

 

Ler Mais
Comentários (221)

Últimas Notícias