Nova substância substitui EPO

Ciclismo 01-12-2020 09:34
Por Fernando Emílio

As revelações provocadas pela Operação Aderlass continuam a atingir o mundo do ciclismo, com os pesquisadores a identificarem microdoses de uma nova substância que teria já sido utilizada em 2016 e 2017 no pelotão internacional.

 

A substância é designada por H7379, hemoglobina humana, que ainda não se encontra disponível no mercado farmacêutico e que possui efeitos semelhantes à EPO, estando a ser detetada no ciclismo e outras modalidades desportivas. As recolhas efetuadas no decorrer da Volta à França em 2017, já foram analisadas pelo CADF (Fundação Antidopagem do Ciclismo) que teria detetado a substância em cerca de 50 corredores.

 

As investigações avançaram depois de um farmacêutico croata que fornecia Mark Schmidt, principal visado na Operação Aderlass, ter sido preso e confessado que abastecia o médico alemão. A H7379, hemoglobina humana, é um produto sintético com o mesmo efeito da EPO - o oxigénio absorvido nos pulmões chega aos tecidos mais rapidamente, beneficiando o desempenho dos atletas. Há quatro anos a substância não era detetada nos controlos antidopagem como acontece atualmente.

Ler Mais
Comentários (7)

Últimas Notícias

Mundos