«Os nossos jogadores só podem ver verde e não olhar para o vermelho ou o azul»

Sporting 31-10-2020 19:43
Por Redação

Se vencer o Tondela em Alvalade, este domingo, isola-se o Sporting na liderança da Liga, ainda que à condição, com mais um ponto que o Benfica. Realidade que, sustenta Rúben Amorim, não deve ser estranha aos jogadores leoninos, dos mais jovens aos mais experientes.

 

«Em relação às 4 vitórias e 1 empate, basta relembrar a época passada quando chegámos, foi mais ou menos a mesma coisa. Após a derrota no Dragão tudo se complicou. Não é nada que não estivesse à espera, porque trabalhamos para isso, mas não é nada de especial. Estamos no Sporting, é natural este tipo de resultados. Estamos na sexta jornada, muito no início, e estamos ainda no começo deste trabalho. Começámos no ano passado, está tudo ainda muito no início. Mas é sempre melhor trabalhar sobre bons resultados e é isso que queremos continuar a fazer», afiançou, em conferência de imprensa.

 

Antes do jogo com o Gil Vicente, alertou Rúben Amorim que a possibilidade de ascender ao segundo lugar poderia mexer com a equipa. Após o triunfo (3-1) sobre os gilistas, reconheceu que os jogadores acusaram ansiedade. E agora, com o primeiro lugar no horizonte?

 

«Vamos aprendendo com os jogos. Vamos tirar ilações do último jogo. Tivemos algumas precipitações com a bola mas foi o jogo em que sofremos menos ataques. Fala-se muito de uma má exibição do Sporting e de uma grande exibição do Gil Vicente, mas o jogo é atacar e defender e nesse aspeto o Sporting não deu qualquer hipótese ao Gil Vicente. No ataque podemos ter outra qualidade e paciência porque vamos ter jogos assim», referiu o treinador dos leões, assinalando: «Mas é bom ver que já olham para o Sporting de outra forma, que há uma crítica que, mesmo quando o Sporting não deixa o adversário atacar, já precisa de fazer mais e dominar mais os jogos.»

 

«O foco desta equipa deve ser apenas nos nossos jogos. O grupo de trabalho, os miúdos, os experientes também só podem ver verde. Não podem olhar para o vermelho, o azul, não podem estar distraídos com outras coisas. Temos muito trabalho a fazer e estamos tão no início do campeonato que não vale a penar estar a pensar noutra coisa. Queremos focar-nos no nosso jogo e garantir os três pontos frente ao Tondela. Cada jornada se nos der a oportunidade de manter a nossa posição ou melhorar, é isso que vamos tentar fazer. Não é uma novidade, já era assim na época passada», frisou Rúben Amorim.

 

Mas ficou o alerta: «Não nos surpreende nada o que estamos a fazer. São seis jogos, seis pontos são duas derrotas, três empates. Não nos surpreende nada, é o futebol, e não pode mudar nada no nosso trabalho. Os jogadores do Sporting têm de encarar isto com naturalidade, sabendo que pode mudar de um momento para o outro. No ano passado começámos da mesma forma e com uma derrota apenas já estava tudo hipotecado.»

Ler Mais
Comentários (4)

Últimas Notícias