«Interessa a meia do Manel, o brinco do Joaquim ou a tatuagem do António…»

SC Braga 29-10-2020 21:14
Por Redação

Na análise ao triunfo sobre o Zorya, o segundo na fase de grupos da Liga Europa, Carlos Carvalhal acabou por recuar ao encontro da primeira jornada com o AEK.

 

«Lamento que uma equipa portuguesa, o SC Braga, que foi nas estatísticas da UEFA a que mais ataques fez, 22, na primeira jornada, esse facto não tenha sido valorizado por ninguém. Ninguém referiu estes dados. Há equipas brutais nesta competição e não se valoriza a equipa que mais atacou?! Fico incrédulo com isto! Mais importante é destacar a meia do Manel, o brinco do Joaquim ou a tatuagem do António. Desculpem o desabado, mas tinha isto entalado. É preciso valorizar: o SC Braga fez e voltou a fazer pontos para Portugal no ranking da UEFA, somos uma equipa que está a competir bem, não queremos nada de especial, só que digam que o SC Braga foi a equipa que mais ataques fez na primeira jornada», disse à Sport TV após a partida na Ucrânia.

 

«Esperávamos um jogo assim, sabíamos os pontos fortes e as debilidades do adversário, explorámos as debilidades e controlámos os pontos fortes. A partir do 2-0, instintivamente, os jogadores fecharam-se. Fizeram-no bem. Não saímos com a fluidez que podíamos sair, mas quando saímos criámos problemas. Podíamos ter feito melhor, mas com 2-0, nesta sequência de jogos terrível, é natural que os jogadores se agarrarem (ao resultado). Interessa os três pontos conquistados. (…) Tivemos de sofrer, mas a equipa voltou a ser estoica e conseguimos três brilhantes pontos que dão uma vantagem boa no grupo, mas nada está resolvido», rematou.

Ler Mais
Comentários (54)

Últimas Notícias