Árbitro rompe tabu e assume homossexualidade

Noruega 28-10-2020 13:16
Por Redação

Tom Harald Hagen, árbitro norueguês de 44 anos, assumiu publicamente a sua homossexualidade. O árbitro, que ainda se encontra no ativo, quis partilhar a sua história para tentar quebrar o tabu da homossexualidade no futebol.

 

«Chegou o momento de dizer que sou gay. Para mim, foi sempre uma coisa natural na minha vida e nunca pensei muito no assunto», afirmou em entrevista concedida ao jornal 'Glamdalen'.

 

Curiosamente, a entrevista surgiu no dia seguinte a um jogo que arbitrou, entre Valerenga ao Kristiansund, que foi marcado por um episódio homofóbico, com um avançado do Kristiansund, Flamur Kastrati, a insultar o treinador do Valerenga, Dag-Eilev Fagermo.  Não lhe era dirigido o insulto, mas…

 

«Foi uma ironia ter apitado esse jogo. Talvez o jogador o tenha dito sem pensar, num impulso. Isso pode acontecer no futebol, mas é tempo de acabar com tudo isto», comentou o árbitro.

 

«Falar nisto só pode trazer coisas positivas», completou Hagen, que é internacional desde 2009.

Ler Mais
Comentários (8)

Últimas Notícias