Mourinho e o VAR: «Como uma perna partida vira penálti contra o FC Porto?»

Liga dos Campeões 26-10-2020 08:51
Por Redação

O treinador do Tottenham, José Mourinho, considera que não são aceitáveis os erros que o VAR anda a cometer e deu os exemplos das entradas de Gundogan (City) sobre Marchesín (FC Porto) e de Pickford (Everton) sobre Van Dijk (Liverpool).

 

«Acho que a atenção que os incidentes estão a ter é baseado no facto que existe o VAR. Sem o VAR, as situações no relvado aconteceriam e o ser humano, os árbitros, cometem erros. Já me conhecem há muitos anos e sempre foi difícil aceitar o erro humano, mas aprendi e atualmente aceito que os árbitros erram. Aquilo que não aceito são os erros do VAR. Aquilo que aconteceu no dérbi de Merseyside, com as coisas a acontecerem a cem à hora, diria “foi uma má entrada, aconteceu e já passou”. O problema e que estava lá o VAR. O guarda-redes do FC Porto poderia ter agora uma perna partida. Ninguém percebe como uma perna partida para o guarda-redes do FC Porto vira numa grande penalidade contra o FC Porto. A situação de Pickford sobre Van Dijk é igual para mim. O problema é o VAR e não o árbitro», afirmou Mourinho.

 

No lance do jogo da Champions, Gundogan não recebeu vermelho pela entrada sobre Marchesín e momentos depois o árbitro marcou penálti por falta de Pepe.

Ler Mais
Comentários (82)

Últimas Notícias