Conceição aponta o que faltou para um «resultado volumoso»

FC Porto 24-10-2020 22:57
Por Redação

Sérgio Conceição referiu a falta de eficácia como fator determinante para o FC Porto não ter conseguido mais confortável vitória sobre o Gil Vicente, no Dragão.

 

«Foi um jogo difícil pela ineficácia ofensiva. Não entrámos bem no jogo. Quis dar uma dinâmica com gente que pudesse criar espaço por dentro, com criativos como o Nakajima e o Fábio Vieira, dando a largura ao Manafá e Corona e dois avançados na frente. Foi uma dinâmica arrojada mas não é com muita gente na frente que se cria perigo, percebi isso depois de 15, 20 minutos e ajustei algumas coisas. Depois, criámos várias ocasiões claras de golo, incluindo um penálti. Se calhar, num dia em que estivéssemos certeiros hoje teria sido um resultado volumoso», analisou o treinador do FC Porto.

Na análise ao encontro, Rui Almeida congratulou-se com a forma como obrigou o FC Porto a defender-se. Análise que mereceu resposta do técnico dos dragões.

 

«O Gil foi bravo a defender, conseguiu controlar e teve uma boa agressividade. Agora, se os adversários ficam contentes pelos nossos alas acompanharem os laterais… Parece-me pouco ambicioso, mas não tenho de entrar por aí. Vou ajustando coisas durante o jogo, é para isso que estou no banco e me pagam. Hoje, se marcássemos quatro ou cinco golos ninguém se escandalizava.»

Ler Mais
Comentários (61)

Últimas Notícias