Sporar adapta-se a Rúben Amorim

Sporting 21-10-2020 13:44
Por Mário Rui Ventura

Diz quem o conhece que Andraz Sporar é um homem de objetivos, um atleta que não vive sem fixar metas, todas elas ambiciosas, a curto, médio e longo prazo. Metas pessoais, claro, para cumprir, também, os objetivos coletivos. E se no ano passado o internacional esloveno falhou por três a meta que havia fixado a si próprio - chegar à dezena de golos de leão ao peito -, a nova temporada trouxe um desafio inesperado ao avançado de 26 anos: a condição de suplente.

 

«O Sporar é opção técnica. A equipa vai mudando a forma de jogar durante o ano. Agora é preciso características específicas para jogar naquela posição da forma como nós jogamos e ele vai ter de adaptar-se a jogar da maneira que eu quero», justificou Rúben Amorim, no passado dia 3, face à mudança de estatuto do avançado que, desde a sua contratação, em janeiro, era titular indiscutível, tanto com Silas como com Amorim.

 

Ora logo no dia seguinte a esta declaração, Sporar ficou mesmo de fora dos convocados para o jogo com o Portimonense. Motivo?  Uma tendinite no adutor da coxa direita, que o levou mesmo a falhar os compromissos da sua seleção. Ainda viajou, foi avaliado, regressou mais cedo a Alcochete e desde aí, sabe A BOLA, decidiu fazer horas extra, tanto na Academia do clube como em casa.

 

A reunião e o mercado

 

Sporar ficou a conhecer as razões e os motivos de Rúben Amorim numa conversa, cara a cara, ainda na pré-época. O treinador explicou ao avançado o que pretendia dele e o que exige naquela posição. O avançado entendeu, interiorizou e desde esse dia traçou, então, uma renovada meta para esta temporada: voltar a ser titular indiscutível no Sporting, recuperar esse estatuto de leão ao peito e, só depois disso, voltar a pensar numa meta de golos.

 

Face à perda de estatuto dentro do plantel leonino, o mercado olhou, naturalmente, para Andraz Sporar. Ao agente do avançado, sabe o nosso jornal, chegaram várias abordagens mas a todas elas o internacional esloveno respondeu da mesmíssima forma que à própria administração da SAD do Sporting, quando a 6 de outubro, nas negociações em torno de Paulinho, o SC Braga solicitou o empréstimo do avançado: Sporar rejeitou liminarmente sair de Alvalade depois de tão pouco tempo de leão ao peito, tem a firme convicção de que vai afirmar-se no Sporting e, feita a natural adaptação, tem feito saber no seu círculo mais próximo que o clube enche-lhe as medidas, além de estar encantado com as condições do clube de Alvalade, com a cidade de Lisboa e motivado pelo apoio que lhe tem sido dado por parte do staff.

 

Sem nunca ter jogado em 3x4x3, habituado a ser um ponta de lança de referência, Sporar já mostrou, no clássico com o FC Porto, algumas das movimentações que Amorim lhe pediu e o avançado tem treinado. Exemplo disso o lance do 2-2, com participação decisiva de Sporar - e um toque de difícil execução.

Ler Mais
Comentários (13)

Últimas Notícias