Jorge Jesus ouvido durante cerca de 10 minutos

Justiça 20-10-2020 10:54
Por Redação

Durou cerca de dez minutos a inquirição a Jorge Jesus no Campus da Justiça, em Lisboa, no âmbito do processo do hacker Rui Pinto, que esteve na origem da criação do Football Leaks.

 

Ouvido pelo coletivo de juízes na qualidade de antigo treinador do Sporting, Jesus desvalorizou a divulgação do seu contrato de trabalho com o clube de Alvalade, salientando, segundo relata a Sport TV, que era do conhecimento público o vencimento que auferia nos leões. Frisou ainda que pagou sempre os impostos.

 

Jorge Jesus esclareceu também que não utilizava o email que terá sido acedido de forma indevida por Rui Pinto.

 

O treinador do Benfica abandonou o tribunal pela garagem, evitando assim os jornalistas que o esperavam na porta principal, por onde entrara sem prestar declarações.

Ler Mais
Comentários (6)

Últimas Notícias

Mundos