Já jogámos FIFA 21 na Playstation 4: Saiba o que há de novo

Jogos 11-10-2020 16:09
Por Redação

Chegou um dos momentos mais aguardados do ano pelos gamers de todo o Mundo: aquele em que se compra o novo simulador de futebol e se parte à descoberta das diferenças. Quase sempre para se ficar entre o maravilhado e o irritado, para no ano a seguir se repetir a história – sinal de que ano após ano a coisa vai evoluindo mesmo quando não nos parece…

 

FIFA 21 foi lançado no final da semana passada e logo a abrir convém dizer que quem comprar a versão para PlayStation 4 terá direito a upgrade para a versão da PlayStation 5.

 

 

Quem comprar a versão do jogo em disco terá de utilizá-lo na PlayStation 5; ou, se comprar a PS5 sem leitor de blu-ray deve comprar FIFA 21 em formato digital através da PlayStore, onde há duas versões disponíveis atualmente: o FIFA 21 Champions Edition (€89,99) e a Ultimate Edition (€99,99). Ambas têm o empréstimo de Kylian Mbappé por 5 encontros FUT; Talento Caseiro no Modo Carreira; talento das camadas jovens com potencial de classe mundial; Escolha de Jogador Embaixador FUT, 1 de 3 itens de jogador por 3 encontros FUT e equipamentos de Edição Especial FUT e Itens de Estádio.

 

A diferença entre as duas é que versão Champions oferece até 10 packs de ouro raros, 1 por semana durante 10 semanas, e a versão ultimate 2 packs de ouro raros por semana, durante as mesmas 10 semanas.

 

 

Para jogar online, seja qual for a versão comprada, é necessário ter o uma subscrição do serviço PlayStation Plus. E o modo multijogador é mesmo um dos pontos fortes de mais um título da EA Sports. Como é habitual, o ponto mais apelativo para a grande maioria dos jogadores é o FIFA Ultimate Team (FUT), no qual o jogador assume o desafio de construir um plantel e evoluir a sua equipa, em jogos online, na luta com milhões por um lugar ao sol…

 

Em FUT 21 há novas formas de jogar, desde eventos a um modo Co-Op, no qual a partilha do campo resulta também em partilha de recompensas.

 

MODO CARREIRA

 

 

O modo carreira é outro dos trunfos anuais de FIFA e este ano a EA Sports decidiu implementar uma mudança que vai gerar debate… A possibilidade de estar a assistir aos jogos e saltar para dentro de campo a qualquer momento, controlando os jogadores e, desta forma, alterar o rumo da partida.

 

Com um modelo de treinos que promete melhorar o desempenho dos jogadores do nosso plantel, é possível afinar a pontaria dos avançados, ou os cortes dos defesas. E ainda assistir ao desenvolvimento destes, e, até, adaptar jogadores a novas posições para suprir lacunas do plantel.

 

Assegura a EA Sports, a inteligência artificial dos adversários promete um jogo mais equilibrado (e menos trapalhão), forçando-nos a dar o máximo como treinadores para atingir o sucesso.

 

E no sempre apetecível campo das transferências, há novidades, como por exemplo a possibilidade de conseguir empréstimos com opções de compra.

 

E O JOGO JOGADO?

 

 

Se já falámos de novidades importantes, a verdade é que o mais importante continua por abordar… Sendo FIFA 21 um simulador de futebol, importa saber como é jogá-lo…

 

Com um novo sistema de fintas (Agile Dribbling), o jogador tem agora mais possibilidades de criar desequilibrios no um para um com defesas adversarios. Se por um lado é um incremento interessante, por outro, convenhamos, o grau de complexidade começa a crescer para níveis irreais. Ou dito de outra forma, qualquer dia é mais fácil fazer uma finta num jogo com amigos que no conforto de nossa casa… (e este é um problema não exclusivo de FIFA 21, antes de uma busca incessante dos estúdios para que cada um dos novos títulos se diferenciem da concorrência – um bom exemplo é a necessidade de limpar o cavalo e as armas em Red Dead Redemption 2).

 

Outra novidade de FIFA 21 é a melhoria da capacidade de posicionamento dos jogadores durante as partidas. Quanto melhores são, melhor se colocarão. E a ajudar a esta mudança há ainda as corridas direcionadas e as criativas, através das quais podemos dar instruções a jogadores que não têm a bola para se posicionarem e criarem linhas de passe – claro que ter oito olhos e seis braços daria jeito para bem se controlar tudo isto.

 

FIFA 21 aposta no futebol espetáculo. Grandes golos, grandes jogadas, muita emoção. Terá de sobreviver ao teste do tempo para provar que todas estas conquistas vêm para ficar.

E, provavelmente, ir afinando o motor de jogo em atualizações futuras. Para já, entre o deslumbramento e a frustração vai uma curta distância: avançados diabólicos e guarda-redes que parecem amadores…

 

Para já, e dando o benefício da dúvida, fica a comunidade de jogadores ansiosa pelo próximo grande passo: a jogabilidade (e os gráficos) na nova geração de consolas. Se na PS4 está tudo tão bonito, como será na PlayStation 5. Já não falta muito para descobrirmos…

Ler Mais
Comentários (27)

Últimas Notícias

Mundos