Os trabalhos de Vieira (artigo de José Manuel Delgado)

CRÓNICAS DE UM MUNDO NOVO 14-07-2020 14:19
Por José Manuel Delgado

Correndo o risco de tornar-me repetitivo, começo esta crónica por reiterar que a Justiça tem um tempo e um modo muito próprios, e que até ao trânsito em julgado de qualquer sentença tudo é provisório. E os jornais têm a obrigação de dar as notícias, é para isso que existem, e quando o fazem só podem congratular-se.

 

Dito isto, e de um ponto de vista menos conceptual e mais prático, os recentes desenvolvimentos que levaram a que o nome do Benfica voltasse à praça pública por alegadas razões nada abonatórias, são devastadores para a imagem do clube e para a reputação dos seus dirigentes.

 

Valha o que valer, a perceção conta, e o Benfica parece ter uma grande dificuldade em livrar-se do emaranhado de processos em que tem estado envolvido.

 

Sobre as circunstâncias específicas deste novo caso a que o nome do Benfica aparece associado, não me pronunciarei, por manifesta falta de conhecimento de causa. Mas o incómodo da nação encarnada, nada habituada a ver o nome do clube nestas andanças (em todo o processo de Vale e Azevedo o Benfica foi vítima…) é crescente e isso, em ano eleitoral, não deixará de ser significativo.

 

Dizem os manuais de ciência política que ano de eleições é ano de promessas. E, no caso particular do Benfica, que está a viver uma ressaca emocional, não só pela perda de um Campeonato que parecia ganho, mas, sobretudo, devido a um apagão competitivo inaudito na vida centenária do clube, juntam-se dois rios (insucesso desportivo e casos na Justiça) que parecem destinados a desaguar num estuário comum. Neste contexto, Luís Filipe Vieira, que já anunciou a intenção de recandidatar-se, precisa de dar um sinal de vitalidade desportiva, construindo uma equipa que possa prestigiar o nome do clube na Europa, não só para apagar a má imagem desportiva dos últimos meses, como ainda para retirar o foco da sucessão de casos de tribunal que ensombram a sua gestão do Benfica.

 

Enquanto a Justiça faz caminho segundo, repito, um tempo e um modo muito próprios, que são sempre inquestionáveis, a via continua, e o ‘day after’ do Benfica aponta para um investimento nunca antes visto na equipa de futebol. Porque, creio, apanhado neste turbilhão de perda do Campeonato e de tribunais, Vieira dificilmente resistiria a um cenário em que, um mês antes das eleições, o Benfica ficasse fora da fase de grupos da Liga dos Campeões.

Ler Mais

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Comentários (10)

Últimas Notícias