Diálogo e pedido de desculpas encerram diferendo entre Leixões e Sindicato

Futebol 13-07-2020 12:42
Por Redação

Através de comunicados conjuntos, Paulo Lopo, presidente da SAD do Leixões, e Joaquim Evangelista, presidente do Sindicato dos Jogadores, anunciaram, esta segunda-feira, que «dão por encerrado o diferendo» entre as duas partes.

 

Joaquim Evangelista avançou, entretanto, com a desistência da queixa-crime apresentada contra Paulo Lopo.

 

COMUNICADO LEIXÕES SAD

 

Venho a título pessoal e na qualidade de presidente do conselho de administração da Leixões SAD, apresentar um pedido de desculpas ao presidente da direção do Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol, Joaquim Evangelista, pela forma como me referi à sua pessoa nas recentes manifestações públicas.

 

Reconheço que houve um mal-entendido entre as partes e, como tal, pretendo restabelecer o normal relacionamento pessoal e institucional, para o bem de ambas e do futebol português.

 

Mais informo que a Leixões SAD estará sempre disponível para esclarecer e debater com o Sindicato quaisquer problemas identificados.

 

Com esta declaração a Leixões SAD e o seu presidente esperam contribuir para a elevação do discurso e promover a união e o consenso num momento especialmente difícil para o futebol português.

 

COMUNICADO DO SINDICATO

 

Considerando o pedido de desculpas apresentado e o compromisso de regularização dos problemas identificados pelos jogadores no período de paragem imposto pela COVID-19, foi dado por encerrado o litígio existente com a desistência do processo crime.

 

O Sindicato dos Jogadores congratula-se com esta atitude de concertação e espera que no futuro o diálogo antecipe qualquer mal-entendido.

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

Mundos