Marega perdoado

FC Porto 11-07-2020 08:49
Por Paulo Pinto

Marega não será alvo de qualquer castigo por parte da SAD ou de Sérgio Conceição, na sequência do amuo do maliano, depois de o treinador ter dado primazia a Fábio Vieira para cobrar o penálti que ditou o terceiro golo dos dragões em Tondela. O avançado ficou em fúria, deu um pontapé numa bola e não integrou a habitual roda final em Tondela. Depois de meditar sobre o ato irrefletido que cometera instantes antes, o número 11 dos dragões, sabe A BOLA, esperou pela chegada dos companheiros ao balneário do Estádio João Cardoso para pedir desculpas a todo o grupo e em especial ao jovem Fábio Vieira.

 

O problema, que em condições normais seria de grande proporções, foi prontamente sanado com o gesto do maliano, que deseja ser o melhor marcador dos dragões na Liga (tem atualmente os mesmos dez golos que o lateral Alex Telles).

 

Marega aproveitou o recurso às redes sociais para provar que está arrependido e até chamou «craque» a Fábio Vieira numa publicação do jovem no Instagram, com este a responder da seguinte forma em sinal de união: «Juntos, craque». 

 

Certo é que a birra de Marega não agradou aos adeptos. E, à chegada do autocarro do FC Porto proveniente de Tondela, para lá do delírio dos portistas  na celebração do triunfo que deixa os dragões mais perto do título, não faltaram os insultos dirigidos ao africano, por este ter colocado os interesses pessoais acima do coletivo. A nação azul e branca não gostou do que viu e fez-se ouvir.
 

Ler Mais

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Comentários (43)

Últimas Notícias