Carvalhal potencia talentos 

Rio Ave 03-07-2020 10:58
Por Nuno Saraiva Santos

O Rio Ave é um viveiro de talentos que Carlos Carvalhal, de forma astuta, está a potenciar. Os médios Vitó - o mais experiente, estreou-se com 17 anos, pela mão de Pedro Martins, em 2014/2015, em dois jogos da Taça da Liga - e Rúben Gonçalves, o extremo Leandro Silva e o ponta de lança Ricardo Schutte - este lançado por José Gomes, na campanha passada, ao cair do pano do jogo da 2.ª mão da 2.ª pré-eliminatória da Liga Europa, com os polacos do Jagiellonia - são, apenas, quatro exemplos de jovens que cresceram na equipa sub-23 vila-condense e que  mereceram a confiança do treinador de  54 anos.


Carvalhal não tem receio em atirá-los às feras e apenas exige uma coisa: qualidade. E o treinador sabe que, nesse particular, está bem escudado pelo trabalho desenvolvido por Pedro Cunha, obreiro do sucesso dos sub-23 dos Arcos que seguiam na liderança da fase de apuramento de campeão da Liga Revelação quando a prova foi dada por terminada. O técnico, de resto, foi elogiado por Carvalhal após o desafio no Bonfim, que marcou a estreia absoluta de Rúben Gonçalves.

 

«É um prémio para a equipa de sub-23 liderada pelo Pedro, que fez um trabalho brilhante», afirmou o treinador do Rio Ave, que não se cansa de transmitir confiança aos miúdos.

 

«Quando abre uma vaga, no mínimo um deles vai para o banco», assim premeia Carvalhal o esforço e dedicação dos mais jovens, não relevando erros de ocasião e alimentando-lhes a motivação. Dos miúdos, Carlos Alves, 22 anos, o terceiro guarda-redes do plantel principal - titularíssimo nos sub-23 -, ainda não teve a sua oportunidade. Mas se o Rio Ave resolver a sua situação antecipadamente é bem provável que Carlos Carvalhal lhe dê a oportunidade sonhada.
 

Ler Mais

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Comentários (3)

Últimas Notícias

Mundos