Soares quer acabar com jejum de 12 jogos sem marcar

FC Porto 02-07-2020 12:32
Por Pascoal Sousa

Nunca Tiquinho Soares passara por um jejum tão prolongado na carreira:  doze jogos sem fazer balançar as redes adversárias constituem um indesejável recorde para aquele que é, para todos os efeitos, o melhor marcador do FC Porto, com 16 golos. Não desaprendeu de fazer o mais gosta o brasileiro, que por ter cidadania portuguesa alimenta a esperança de um dia ser chamado por Fernando Santos.


O registo atual não é, seguramente, um bom chamariz. Nos dois primeiros clubes por onde passou em Portugal, Nacional e V. Guimarães, chegou a estar oito desafios sem cantar a música do golo. Teve uma série igual no FC Porto, mas que ultrapassou. Esta tem um cunho épico porque a última vez que faturou foi a 1 de fevereiro, na goleada por 4-0 do FC Porto ao V. Setúbal, no Bonfim.

É verdade que Soares arrancou a frio na temporada. Seis jogos sem história até bisar frente ao Young Boys, na Liga Europa. Mais tarde deu-se a explosão: num espaço de apenas um mês, entre 22 de dezembro e 22 de janeiro, Tiquinho alcançou a proeza de apontar sete golos em seis jogos consecutivos. Bisou frente ao Chaves, a sua vítima predileta, na Taça da Liga, e acertou no alvo nos duelos com Sporting, Moreirense, Varzim, SC Braga e V. Guimarães.


Sequência fenomenal  que fazia supor um avanço para o melhor registo de sempre no FC Porto [22 golos, 2018/19]. Mas não. Ainda pode lá chegar se a inspiração o acompanhar nas cinco partidas que faltam para concluir o campeonato e na final da Taça de Portugal.
E há boas notícias para o goleador. Vêm aí três adversários no calendário que desperta o apetite de Soares: Belenenses, Tondela e (especialmente) o Sporting. Comecemos pelos azuis, versão Belém e versão SAD: cinco golos em nove jogos, quatro deles pelo FC Porto. Tondela: cinco bilhetes para a felicidade. Sporting: seis tentos, quatro na Liga e dois na Taça de Portugal. Ou seja, marcou 16 golos a estas três equipas - tantos quanto os que soma nesta campanha. É um convite descarado ao festim depois de tanto jejuar. E com o título tão perto... há que faturar. 

Ler Mais

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Comentários (11)

Últimas Notícias

Mundos