Leões vão avançar para a contratação de dois defesas-centrais

Sporting 30-06-2020 14:51
Por Mário Rui Ventura

Era a prioridade número um do leão no mercado, lacuna identificada por Rúben Amorim desde os primeiros dias em Alvalade: o Sporting estava no mercado em busca de um central, tendo como principal característica o facto de ser canhoto e como perfil traçado a experiência no futebol europeu.


O facto de Mathieu não continuar na próxima temporada já estava, igualmente, programado na planificação do plantel 2020/2021 e, mesmo sem qualquer saída confirmada, a ida ao mercado por, pelo menos, mais um central, face ao esquema tático preferencial de Rúben Amorim, era uma garantia já dada pela administração da SAD, liderada por Frederico Varandas, tanto ao treinador como ao diretor desportivo, Hugo Viana.

 

A verdade é que, de acordo com dados recolhidos por A BOLA, o leão está no mercado em busca não de um mas de dois defesas-centrais para reforçar o plantel para a próxima temporada. A contratação de um esquerdino é, claro está, a prioridade - porque só Gonçalo Inácio é canhoto e Borja tem sido adaptado a essa posição -, mas pelo facto do Sporting estar também vendedor o leão olha para a janela em busca de uma boa oportunidade de negócio. Tiago Ilori, já se sabe, é dado como negociável tanto pelo treinador como pela SAD, sendo que também Luís Neto pode vir a ser transferido, mediante oferta satisfatória. Coates, que tinha interessados, é visto como essencial para Rúben Amorim mas não está imune às vicissitudes do mercado, tal como Eduardo Quaresma, que tem entrado no radar de vários clubes europeus.
 

Leia o artigo completo na edição impressa ou digital de A BOLA.

Ler Mais

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Comentários (30)

Últimas Notícias